sábado, janeiro 25, 2014

ASSALTO AOS CIDADÃOS

O governo canta vitória por ter alcançado a meta do défice para 2013, parecendo estar-se borrifando para os cidadãos que contribuíram para além das suas possibilidades, através de impostos directos como o IRS e através dos indirectos como o IVA.

A recuperação económica atribuída às empresas é na realidade conseguida com o trabalho dos cidadãos, e sobretudo com os impostos sobre o trabalho que aumentaram para além de tudo o que é razoável. A despesa pública aumentou e não foi por causa dos subsídios que o governo não conseguiu cortar, mas sim por causa do desemprego galopante, resultado das políticas seguidas.


Para o governo parece não existirem limites para os cortes, mas pode ser que acabe por perceber pela pior forma quando é que os cidadãos decidem colocar um fim a tantos desmandos, dando um grande pontapé nos traseiros de políticos que se esqueceram de que deviam servir o povo, e não apenas uns quantos.

Para que conste, esta semana a bolsa portuguesa caiu durante as 5 sessões e os juros da dívida nos mercados subiu em toda as maturidades, o que abona pouco o discurso do governo...  


Devido à minha óptima memória sobre um passado ainda recente, porque já tenho uma provecta idade, resolvi representar o assalto à nossa bolsa usando uma música com um título sugestivo, cantada por umas moças que se lembram também desse passado, em que os palermas eram tratados por palermas, mesmo com "orelhas" ou basófias de "beto"...

3 comentários:

Anónimo disse...

Estava embeiçado mas levou com os pés, não foi?...
Bjos da Sílvia

Anabela Jardim disse...

Aqui no Brasil estamos na safra dos assaltos: IPTU, IPVA e assim segue a lista...

Anónimo disse...

Ele bem desejou adoçar a boca mas levou com os chispes, eheheheh
Sempre atento