terça-feira, fevereiro 19, 2013

O MINISTRO DA TRISTE FIGURA

Há quem não aprenda e teime em insistir sempre nos mesmos erros, demonstrando pouca inteligência ou, quem sabe, desvalorizando os sinais.

O ministro Relvas há muito que devia saber que para a maioria dos portugueses é uma carta fora do baralho. Ele e Passos Coelho teimam em manter uma situação simplesmente insustentável, que é a de continuar como ministro.

O resultado desta teimosia são os apupos e a falta de respeito pelo ministro, que já devia ter saído antes de chegar a esta situação. Relvas já não tem condições para continuar no cargo, e nem "assassinando" a música de Grândola, Vila Morena consegue convencer alguém.

3 comentários:

Jorge P.G disse...

Não me parece tratar-se de "pouca inteligência", embora a mesma possa não abundar neste espécime.
Será antes uma atitude de desafio, de falta de vergonha na cara e de safadeza.

Cumps.

São disse...

Eu acho muito bem que ele insista: assim tem que passar pela humilhação de ser o primeiro governante português, desde 0 25 de Abril, a ter que sair sem discursar , rrrsss rrsss

Só que há o risco de servir de cortina a outros(Borges, por exemplo)

Bons sonhos

Metalurgia das letras disse...

"Relvas" por cá também lembra "pastos"... Existe algum animal que goste do assunto? Ou melhor do local!