domingo, novembro 18, 2012

O DECLÍNIO DA EUROPA



Todos nos queixamos, e com muita razão, da situação económica nacional e dos sacrifícios que nos estão a ser impostos pelo governo e pela troika, mas o problema existe dentro das nossas fronteiras e também fora delas.

A Europa tem seguido nas últimas duas décadas políticas erradas, onde a alta finança tem vindo a pontuar, em detrimento dos sectores produtivos que foram perdendo importância e foram sendo deslocalizados para paragens onde o custo da mão-de-obra era mais barato.

A dependência da economia relativamente à especulação e aos mercados accionistas teve como resultado um descalabro económico logo que as crises começaram a assolar o velho continente e os Estados Unidos.

Estas políticas, tão ao gosto da senhora Merkel e de Passos Coelho, estão a levar a Europa ao fundo, e a única surpresa que isto me faz é saber que ainda há uns quantos cidadãos do continente que alegremente vão entoando loas, enquanto nos afundamos.

A FRASE DO DIA

A confiança não se constrói com austeridade e sem confiança.
Dilma Rousseff
                                                                         ««« - »»»
                                                                      Foto - Flores

4 comentários:

Cristina Torrão disse...

É isso mesmo, meu caro! A alta finança adquiriu um poder tal, que, além de originar estes programas de austeridade, aumenta a pobreza a nível mundial e dá cabo do nosso planeta.

São disse...

Concordo de todo consigo,mas veja só: Rajoy não ouviu Dilma!!

Pelos vistos, tem problemas de audição ainda maiores que os meus...

Bom serão

Anabela Jardim disse...

Um dia o Capitalismo teria que ruir. Talvez seja esse dia o fim do mundo, pois já vivemos um salve-se que puder...
Linda imagem, adoro rosas!

maceta disse...

este exercício ( como eles gostam de dizer...) é estratégico: pôr todos a gemer, os mais fracos e vulneráveis, claro...

cmpts