quinta-feira, agosto 30, 2012

INSULTOS


Já vem sendo hábito ouvir da boca de Passos Coelho uns quantos adjectivos menos próprios, dirigidos ao colectivo dos portugueses, sempre que eles se insurgem contra as intenções do governo.

Já fomos todos chamados “piegas” e agora “histéricos” apenas porque foram manifestadas sérias divergências relativamente às intenções do 1º ministro.

O caso mais recente prende-se com a tão falada privatização da RTP, que afinal se apresentou como uma concessão a privados do serviço público prestado pela RTP.  Não foi a imprensa que inventou esta fórmula, nem foram boatos que criaram tamanha resistência, foi o consultor do governo, António Borges que veio anunciar esta solução.

Segundo o próprio António Borges e também segundo o insuspeito Marcelo Rebelo de Sousa, este anúncio detalhado foi feito com o conhecimento do governo, e o próprio gabinete do ministro que lidera este processo confirmou o seu conhecimento.

Os portugueses têm sido até demasiadamente pacientes, e não piegas, e se há histerismo é da parte de quem usa estratagemas desta natureza, com declarações de terceiros, para apalpar o terreno, mostrando não ter coragem para assumir as suas responsabilidades.

Aos poucos vão-se revelando os reais intentos de quem alcançou o poder nunca revelando as suas reais intenções, antes dizendo contrário do que depois vieram a fazer. Um dia o povo virá cobrar as promessas não cumpridas e o mau resultado das políticas seguidas desde que chegou ao poder.

««« - »»»
Humor - Similares

4 comentários:

São disse...

O que Passos no deveria hamar - e com toda a justeza - era carneiros!!!

Bom dia

Anónimo disse...

Enquanto não levar um pontapé no traseiro este fulano tudo vai fazendo para empobrecer o país.
Bjos da Sílvia

Metalurgia das letras disse...

Belo nariz tem o Passos também...

Pata Negra disse...

Não lhe chamaria insultos mas abusos que ofendem a nossa inteligência! O gajo é burro?!... Não, é porco!
Um abraço sem histerias