terça-feira, junho 19, 2012

ESTAMOS CADILHADOS

Há pessoas que passaram, ou ainda estão na política, e que julgam que só por terem passado uns anos sobre as asneiras praticadas, os portugueses os consideram pessoas impolutas e sem responsabilidades pelos actos que praticaram. 

Cadilhe passou pelo governo de Portugal, fez asneira da grossa, e depois passou pela embrulhada da compra de um apartamento que deu bastante que falar, e recentemente esteve de passagem pelo BPN. 

O mesmo Cadilhe que ainda está na memória de muitos de nós, vem agora falar de um imposto solidário, a ser pago por todos, no valor de 4%, sei lá bem sobre o quem. 

Indivíduos desta estirpe, que pululam por aí como insectos, desconhecem a realidade da maioria dos portugueses, que ou estão no limiar da sobrevivência ou já estão a caminho da miséria. Desconhecerá este indivíduo que já pagamos imensos impostos, sem usufruir de direitos correspondentes, e que até já se foi além do que a Constituição permite, a pretexto de “emergência nacional”? 

Já nos congelaram os vencimentos, já os cortaram, já nos aumentaram os impostos e até já nos confiscaram os subsídios, e ainda vem este Cadilhe falar de “tributo solidário”? 

Não sei como se sentem os outros portugueses, mas a minha tampa está prestes a saltar perante tanto malandro e tanto roubo! 

««« - »»»
Humor Cadilhado
««« - »»»
Fotos by Palaciano 

*

5 comentários:

maceta disse...

devia levar com o rendimento social de inserção... e estar na bicha da Seg. Social...

cumpts

Metalurgia das letras disse...

Dai a Cesar o que é de Cesar! Dai a Cesar o que não é de Cesar! E Cesar ainda pedirá para você continuar dando...

Pata Negra disse...

Já que não os podemos ignorar, ao menos que os mandemos à merda!
Esse caudilhe não foi ministro das finanças? Então contribua com alguma coisa para a merda que fez! Reduza-se ao património que tinha antes de ir para o governo! Se todos os que passaram pelo governo fossem obrigados a fazer isso, valeria muito mais que esse imposto de entrevista!
Um abraço cadilhado

São disse...

Mas porque continuam estas criaturas achando terem o direito de nos insultar?!

Bom dia

C Valente disse...

Mais umas palavras ocas, e o povo sem esperança
Saudações amigas