sábado, abril 28, 2012

OS PORTUGUESES E O RISO

Segundo o especialista em expressões faciais, Armindo Freitas Magalhães, director do Laboratório de Expressão facial da Emoção da Universidade Fernando Pessoa, “o sorriso na face dos portugueses tem vindo a desaparecer ao longo dos anos, com marcação acentuada nos últimos quatro anos”. 

O facto de se rir cada vez menos em Portugal, é preocupante e explica a enorme quantidade de antidepressivos consumidos, que é superior à média europeia. 

As razões de sorrirmos cada vez menos são bem conhecidas e prendem-se com a degradação das condições de vida e da falta de esperança no futuro, o que também se reflete noutros campos, para além da saúde, como seja na produtividade, de que tanto se fala. 

A solução imediata é talvez procurar “rir para não chorar”, como refere Eduardo Madeira, que também acrescenta que “é nas situações de crise que os portugueses mais procuram o humor, para exorcizar os problemas”. 

Apetece-me terminar com um slogan muito em voga: RIA, PELA SUA SAÚDE! 

Humor em Crise
                                                      Filme

3 comentários:

Anónimo disse...

Razões para rir só se for de nós próprios. Valha-nos o Charlot que sempre nos arranca uns sorrisos.
Bjos da Sílvia

Metalurgia das letras disse...

As vezes fico pensando se tudo não passa de uma grande piada sobre nós mesmos... "Não devemos levar a vida muito a sério, afinal não sairemos dela vivos". Sorrir ainda parecer ser melhor remédio e de graça... rsrs

C Valente disse...

Por enquanto rir não paga imposto, e como se costuma dizer " canto para não chorar, ou rir
Saudações amigas