sexta-feira, março 16, 2012

QUE PAÍS ESTRANHO…

Portugal é um país estranho para os meus amigos estrangeiros. Quando por força da minha profissão troco algumas palavras sobre Portugal, que não sejam para descrever o belo país que temos, lá vem à baila a situação económica e a política nacional, assuntos que deixam os meus interlocutores simplesmente embasbacados.

Ainda hoje um amigo brasileiro, que até tem família a trabalhar em Portugal, me perguntava como era possível um ex-primeiro-ministro estar a gastar 15 mil euros mensais em Paris, estando fora do mercado de trabalho. Ele disse-me que o seu irmão não ganha isso em 18 meses a trabalhar em Portugal, como desenhador gráfico.

Ontem tinha sido um britânico, gerente comercial, que ficou admirado por saber que o seu governo estava a pagar a defesa de Vale e Azevedo mesmo sendo público que ele vive há anos numa casa num dos locais mais caros de Londres.

Mas se para os estrangeiros este país é estranho, para mim também não deixa de ser… esquisito. Li que para o Ministério das Finanças não existe qualquer incompatibilidade ou conflito de interesses entre o cargo de consultor da Parpública e o lugar na administração da Jerónimo Martins.

Curioso, estranho ou esquisito são apenas alguns dos adjectivos mais suaves que encontrei para descrever o que se passa neste país, ou em torno de alguns portugueses, que não são (ainda bem) representativos da globalidade dos cidadãos deste rectângulo à beira-mar plantado.

««« - »»»
Humor e Marionetas

««« - »»»
Foto - Flor Branca

7 comentários:

Pata Negra disse...

Essa agora?! Nisso não somos piores nem melhores que os outros, somos diferentes! Olha o Brasil limpo! Olha o Sarkozy! Olha a Merkel! Olha a Itália! Olha a Irlanda! Olha a Europa que escolheu Durão e Vitor Constâncio!... Deixemo-nos disso! A europa, o mundo, está controlado e dirigido por um sistema que não serve, permeável ao venha aos grandes que os pequenos que se lixem!
Um abraço dum tempo histórico muito estranho

Anónimo disse...

Tempos estranhos com políticos e dirigentes estranhos. Quem os escolhe? Responda cada um segundo a sua consciência...
Bjos da Sílvia

Meg disse...

Desculpa, mas não poupes nos adjectivos.
Qual estranho, qual esquisito, qual quê!!!
Não têm é um pingo de vergonha na cara! É o vale tudo!

São disse...

Meu caro, Portugal tem coisas estranhas, mas não é o único : fiquei abismada com o pagamento do advogado a Vale e Azevedo pelos contribuintes britânicos, estando ele a viver onde vive!!

Enfim...a estória repete-se

Bom fim de semana

COR@ÇÂO DE MINAS disse...

"Cada um sabe das dores e das delícias de seus países" Mas em uma coisa somos todos unanemes... Nossos políticos são de fato umas merdas...

maceta disse...

é a escumalha em proliferação...

cumpts

Anabela Jardim disse...

A flor é linda! O comportamento português????