quarta-feira, fevereiro 08, 2012

PORTUGUESES CADA VEZ MAIS POBRES

As políticas de austeridade que resultam do acordo com a troika, e também das medidas da autoria deste executivo que faz gala de ir ainda mais longe do que foi exigido, estão a empobrecer claramente os portugueses.

Números avançados pela DECO apontam para mais de 650.000 famílias com pagamentos de dívidas em atraso, número que demonstra bem as dificuldades sentidas por muitas famílias.

Os números são elevadíssimos no que respeita ao crédito para o consumo, mas mesmo o crédito à habitação vai aumentando a um ritmo elevado, e como se sabe esse é o último compromisso a deixar de ser honrado pelos portugueses.

O desemprego, os baixos salários e a precariedade são as causas óbvias desta situação, que tem outros efeitos menos falados como problemas familiares causados pela escassez de dinheiro, depressões e outros problemas de saúde que não são de desprezar.

A juntar a todo este cenário triste, mesmo aflitivo, temos uma Segurança Social cada vez mais depauperada. Será que não atingimos já o limite do esforço suportável?

««« - »»»
Humor - O Médico e o Doente

5 comentários:

São disse...

Ora meu caro, não seja piegas!

Bons sonhos

zeparafuso disse...

O PC, vai tendo razão, sou forçado a dar-lhe razão. Ah! PC, não, não é esse, é mesmo Partido Comunista. O PC pode não ter ideias para a recuperação do País, mas vai denunciando o que está errado, o outro PC, quer ter ideias mas as que tem, têm sido de CACA, Que só têm prejudicado os Portugueses em benificio de uns quantos. Será que sou eu que não entendo o PC (PM), ou será o PC (PM) que não entende os Portugueses? Irritante, este PM.

Anónimo disse...

O que é mais difícil e envolve muitos interesses económicos, que são as PPP's, e as fundações, por exemplo, não se faz e todos sabemos porquê.
Bjos da Sílvia

Metalurgia das letras disse...

São tentos partidos com a sigla “P” que no fim não se duvidava da formação de uma “PORCARIA. Muitos países europeus estão economicamente em fase terminal. Com pequenas transfusões de capital não conseguiram salvar os doentes.

maceta disse...

Não acredito que uma boa parte da população não queira que se faça justiça... correr com esta matilha!
cumpts