sábado, fevereiro 04, 2012

CONVERSA DA TRETA

Imagine-se que os partidos do governo, PSD e CDS aprovaram na generalidade, na Assembleia da República, a lei dos compromissos do Estado. Isso mesmo, a lei dos compromissos.

Esta legislação regula a assunção de compromissos e pagamentos em atraso, impõe sanções e proíbe a assunção de despesas com base em previsões de receitas. Esta lei permite ainda ao executivo usar as receitas dos fundos de pensões da banca, para pagamentos de dívidas em atraso, apesar destas serem obviamente necessárias para pagamentos futuros da Segurança Social, com os encargos dos trabalhadores da banca.

Os partidos do governo argumentaram que a medida era moralizadora, criaria emprego e fazia do Estado “uma pessoa de bem”. Mesmo dando de barato que pudesse ajudar a criar emprego, o que não acredito, fiquei abismado com aquela de fazer do Estado “uma pessoa de bem”.

Tanto os deputados do PSD como os do CDS, que aprovaram o corte dos subsídios de férias e de Natal aos pensionistas e funcionários públicos, sabem que ajudaram a que o Estado deixasse de poder ser considerado uma pessoa de bem, violando um compromisso do Estado e violando a própria Constituição?

Talvez seja também altura de denunciar que apesar de tudo o que disseram, já estão a preparar a descida da TSU, condenando a Segurança Social à falência? Vêm agora falar em “pessoas de bem” quando se fartam de defraudar as legítimas expectativas dos cidadãos deste país?

Que falta de vergonha!


««« - »»»
Humor Porcalhão

««« - »»»
Pintura
By Studiounderthemoon

10 comentários:

Pata Negra disse...

os compromissos, os contratos, as promessas são para cumprir desde que não sejam com a arraia miúda!
O estado dos ricos, honra os ricos com a vulnerabilidade dos pobres!
Um abraço traído

Pata Negra disse...

os compromissos, os contratos, as promessas são para cumprir desde que não sejam com a arraia miúda!
O estado dos ricos, honra os ricos com a vulnerabilidade dos pobres!
Um abraço traído

Anónimo disse...

Nas promessas deste gajos só acredita quem é parvo, e ainda há alguns por aí.
Lol

AnatKa

COR@ÇÂO DE MINAS disse...

Estes porcalhões estão mais uma vez a armar uma “muvuca ou mutreta “ que não serão capazes honrarem.

Metalurgia das letras disse...

Estes porcalhões estão mais uma vez a armar uma “muvuca ou mutreta “ que não serão capazes de honrarem.

Anónimo disse...

Esses gajos até a mãe vendiam, por isso não merecem crédito.
Bjos da Sílvia

Daniel Santos disse...

exactamente.

São disse...

Se não fosse trágico, seria para rir de garagalhada!!

Boa semana

LopesCa disse...

Vergonha não têm nenhuma... nem sabem o q é :s

maceta disse...

Será que esta "colecção" de moralistas sabe que aquilo que um cidadão desconta todos os meses tem como base um contrato? E que os contratos são para cumprir?