sexta-feira, janeiro 20, 2012

MOZART

Sem aventais nem compassos, sem espiões e sem interesses mesquinhos, aqui fica a música de um génio que a muitos encanta.


3 comentários:

São disse...

Pobre Mozart!!!!

Obrigada pelo momento musical.

Metalurgia das letras disse...

“É uma pena que os políticos de hoje não querem deixar passado, presente e nem futuro.” "Salve Mozart"

Anónimo disse...

Pró diabo com a maçonaria, viva Mozart...
Bjos da Sílvia