quarta-feira, outubro 26, 2011

ANDAR PARA TRÁS

A vida dos portugueses está verdadeiramente a andar para trás, e as depressões aumentam a cada dia que passa porque não se vislumbram boas notícias nos tempos mais próximos.

A cada comunicação do ministro das finanças ou do 1º ministro aumenta a angústia do povo, que sofre mais um corte nos salários, nas pensões sociais ou nos direitos adquiridos.

Numa das últimas comunicações de Passos Coelho, ele anunciava que temos que ficar mais pobres a curto prazo, e todos nós pensamos que isso já vem a acontecer há alguns anos e infelizmente estamos cada vez mais afundados enquanto país.

Para ajudar à depressão também vamos atrasar os relógios no próximo domingo, o que significa que vamos entrar no horário de Inverno, que se anuncia mais cinzento do que habitualmente, e mais difícil de suportar por quem já atingiu o limite dos sacrifícios razoáveis e aceitáveis.

««« - »»»
Pobreza de Humor

4 comentários:

Daniel Santos disse...

retrocesso? Um deputado do CDS disse que estamos a ganhar balanço.

elvira carvalho disse...

É amigo. Num País onde tudo anda para trás, não admira que os relógios também.
Um abraço

Pata Negra disse...

Pela forma expedita como mexem nos horários não me admira que um dia destes decretem que os dias passem a ter 25 horas e que os períodos de férias passem a ser gozados apenas aos sábados e aos domingos.

Um abraço sem tempo e sem relógio

Anónimo disse...

Com dirigentes tão maus só podemos mesmo ver as vidas a andar para trás.
Bjos da Sílvia