domingo, abril 10, 2011

DOMINGO DE POESIA

Da Verdade não Quero Mais que a Vida

Sob a leve tutela
De deuses descuidosos,
Quero gastar as concedidas horas
Desta fadada vida.
Nada podendo contra
O ser que me fizeram,
Desejo ao menos que me haja o Fado
Dado a paz por destino.
Da verdade não quero
Mais que a vida; que os deuses
Dão vida e não verdade, nem talvez
Saibam qual a verdade.

Ricardo Reis, in "Odes"

««« - »»»
Foto - Estátua
By Palaciano
««« - »»»
Humor de Mala Aviada

2 comentários:

Anónimo disse...

Desejar viver a vida e ter verdade, talvez não seja muito mas é mais do que muitos têm.
Bjos da Sílvia

Pata Negra disse...

Não vá à missa ao domingo, leia poesia!

Um abraço da vida