terça-feira, março 29, 2011

JOGOS DE ESPELHOS

A notícia do corte do rating de cinco bancos portugueses já não é nova, mas continua a dar que pensar. A agência de notação que baixou o rating dos bancos sabia, como todos nós, que os cinco bancos não conseguiam financiar-se no exterior há muitos meses, e que o BCE era o único financiador possível, por isso nada de novo.

O que não se compreende é que nos estejam constantemente a dizer que a banca nacional é muito sólida, ao contrário do que se passa em muitos outros países, e que a situação real para o mercado seja tão diversa.

Não se compreende que o BCP tenha pago uma pipa de massa a Armando Vara, nas condições que se conhecem, e que esteja numa situação de financiamento externo muito difícil. Também não estamos a ver o propósito de Passos Coelho em privatizar a CGD, o que é um disparate, e precisamente nesta ocasião.

Chega de ilusões e de mentiras, o país está muito doente. O pessoal está quase todo à rasca e não se prevêem dias melhores nos tempos mais próximos. Pode ser que o povo faça melhores escolhas nas próximas eleições, ou então afundamo-nos de vez!

««« - »»»
Humor de Avestruz

««« - »»»
Foto em Azul e Amarelo

3 comentários:

São disse...

Não tenho grande esperança no discernimento do povo português, que me desculpem!

Resultado, vamos saltar da sertã para a fogueira!!

Boa semana.

zeparafuso disse...

" Vão-se os aneis, ficam os dedos ", diz o ditado. Para quem nem aneis tinha...fica o quê? Vontade de mudar? Com quem? Anuncio: CANDIDATO A PM PRECISA-SE!!!
Abraço

Anónimo disse...

Da rosa à laranja escolha o diabo, que eu voto nouto qualquer marimbando-me para aqueles que me chamem radical.
Bjos da Sílvia