sexta-feira, março 04, 2011

ALMADA FUTURISTA

ULTIMATUM
                       FUTURISTA
ÀS GERAÇÕES PORTUGUESAS DO SÉC. XXI

Acabemos com este maelstrom de chá morno!
Mandem descascar batatas simbólicas a quem disser que não há tempo para a criação!
Transformem em bonecos de palha todos os pessimistas e desiludidos!
Despejem caixotes de lixo à porta dos que sofrem da impotência de criar!
Rejeitem o sentimento de insuficiência da nossa época!
Cultivem o amor do perigo, o hábito da energia e da ousadia!
Virem contra a parede todos os alcoviteiros e invejosos do dinamismo!
Declarem guerra aos rotineiros e aos cultores do hipnotismo!
Livrem-se da choldra provinciana e da safardanagem intelectual!
Defendam a fé da profissão contra atmosferas de tédio ou qualquer resignação!
Façam com que educar não signifique burocratizar!
Sujeitem a operação cirúrgica todos os reumatismos espirituais!
Mandem para a sucata todas as ideias e opiniões fixas!
Mostrem que a geração portuguesa do século XXI dispõe de toda a força criadora e construtiva!
Atirem-se independentes prá sublime brutalidade da vida!
Dispensem todas as teorias passadistas!
Criem o espírito de aventura e matem todos os sentimentos passivos!
Desencadeiem uma guerra sem tréguas contra todos os "botas de elástico"!
Coloquem as vossas vidas sob a influência de astros divertidos!
Desafiem e desrespeitem todos os astros sérios deste mundo!
Incendeiem os vossos cérebros com um projecto futurista!
Criem a vossa experiência e sereis os maiores!
Morram todos os derrotismos! Morram! PIM!
 
J  o  s  é    d  e   A  l  m  a  d  a   N  e  g  r  e  i  r  o  s
 
P O E T A
 
F   U   T   U   R   I   S   T   A
E
T        U        D        O



5 comentários:

durindana disse...

Almada Negreiros faz parte da minha arca das recordações.
Escolhi o quadro "A maternidade" como uma das mais belas expressões plásticas sobre um tema universal.
Coloquei-o no meu blogue e fico agora muito agradado por vê-lo representado aqui, no seu.
Viva Almada!
A.M.

Cata- Vento disse...

Almada Negreiros faz parte daquele painel que não tinha medo das palavras e soltava-as contra tudo e contra todos em nome da liberdade e de uma sociedade que lutasse contra as mentes castradoras da época.
Saliento este verso porque sintetiza a minha revolta e a de muitos que me acompanharam nos últimos seis/sete anos:
"Façam com que educar não signifique burocratizar!"

Bem-hajas, Guardião!

Abraço fraterno

Anónimo disse...

Na luta pela Liberdade são muitos os que vêem mais longe e são também muitos os que morrem tentando construir um mundo melhor e mais livre. Almada apontou caminhos.
Bjos da Sílvia

Fragmentos Culturais disse...

... foi sim! O artista mais completo que Portugal teve!

'Artista', no sentido dado pelo Renascentismo, aquele que toca todas as 'artes'.

opolidor disse...

o grande Almada era um visionador sem antolhos; falta-nos gente com visão ( e sábia na decisão).