domingo, janeiro 16, 2011

UMBERTO ECO

Nem todas as verdades são para todos os ouvidos.



Por Baptistão

4 comentários:

São disse...

Não discordo de todo desta afirmação do pensador italiano, de quem já li algumas obras.

Boa semana.

Cata- Vento disse...

Nem todas as verdades são para todos os ouvidos mas não deixemos de dizer o que pensamos sobretudo nestes momentos em que as desigualdades sociais e económicas se aprofundam cada vez mais,a fome e a miséria são uma realidade para muitos de nós.

Abraço fraterno

Anónimo disse...

Há ouvidos «sensíveis", mas eu cá prefiro dar-lhes é um chuto no final do canal das couves, sem anestesia.
Lol

AnarKa

Pata Negra disse...

Não ouço nada!
Um abraço em tempos de ruído