terça-feira, novembro 16, 2010

PALHAÇADA BLINDADA

O aparato e o dramatismo com que está a ser preparada esta Cimeira da NATO. Em Lisboa, atinge foros de paranóia. Não há dia em que não se dê mais uma novidade sobre o aperto das medidas de segurança.

Primeiro foram os blindados, que eram cinco, passaram a dois e servem (?) para proteger os polícias. Depois foi a afirmação de que as medidas seriam ostensivas e firmes, e que se usariam todos os meios possíveis, desde a vigilância electrónica, às câmaras de vigilância, bem como restrições às manifestações. Os treinos anti-terroristas tiveram honras de Telejornal, bem como os tasers e os fatos usados em descontaminações.

Temos o controlo de fronteiras, a proibição de andar com a cara tapada, acessos a Lisboa fechados em certos horários, hospitais reservados para pessoas segundo as suas categorias, e revistas em vários locais.

Li algures que estão previstos 10 mil operacionais, 3 mil dos quais dos serviços de informações internacionais, para velar pela protecção dos 60 chefes de Estado e de Governo envolvidos nesta cimeira.

Só por curiosidade, eu fui um dos muitos que gozei imenso com as deslocações de Samora Machel, antigo presidente da República de Moçambique, que também encerrava avenidas, e movimentava um grande aparato de segurança. Era ridículo, dizia eu, sem saber para o que estava guardado passados mais de 30 anos, num país europeu!  

««« - »»»
Foto - Azulejos

««« - »»»
Humor Contra a NATO

4 comentários:

Daniel Santos disse...

está um verdadeiro estardalhaço montado.

Graça Pereira disse...

O que acho mais engraçado nesta "blindagem" toda é que a "segurança internacional" supõe um certo secretismo, digo eu... e tudo escarrapachado ao pormenor nas televisões e jornais...parece-me um bocadinho "A GUerra" do Raul Solnado...
Bj
Graça

Anónimo disse...

Na Bola revla -se que o Teixeira dos prantos autorizou a contratação do Rambo para defender o perímetro de segurança da Expo e que já estão montadas 50 baterias de mísseis Patriot à volta da Expo.
Lol

AnarKa

Meg disse...

Guardião,
Acho que a Graça Pereira tem razão... isto parece mais a guerra do Solnado.
Só quero saber como isto vai acabar.

Um beijo