terça-feira, novembro 23, 2010

CONFUSÃO OU DISPARATE?

Ontem ouvi um economista que tem tempo de antena na televisão, dizer que o Estado está a gastar este ano mais do que há um ano. Pois bem, o que esse senhor queria dizer era que a despesa pública tinha voltado a subir, ao contrário do que seria expectável.

A correcção parece ser um mero pormenor, mas não é assim tão sem importância, porque este mesmo senhor tem salientado várias vezes, demasiadas até, os últimos aumentos reais da função pública.

Como se sabe, e é evidente, a derrapagem nos gastos públicos não deriva dos aumentos de vencimentos mas sim dos aumentos do serviço da dívida pública, das prestações sociais por causa do desemprego, e muito substancialmente nas Parcerias Publico Privadas, fundações e em presas públicas e municipais.

O senhor economista deveria distinguir bem que o Estado somos nós, e que o aumento da despesa pública é da responsabilidade do Governo que esteja no poder. Só assim é que se define bem quem tem a responsabilidade pelas coisas, sem sofismas. Falar claro é muito importante. 

««« - »»»
Humor - Conversa de Chiqueiro


««« - »»»
Foto - Folhas Caídas
By Palaciano

2 comentários:

São disse...

Só que a essa criatura e afins não convém esclarecer quem o ouve, mas sim servir-se da televisão para difundir a sua ideologia de direita.

Serena noite.

Daniel Santos disse...

sem duvida.