sexta-feira, setembro 10, 2010

ECONOMIA E SOCIALISMO

Os dados oficiais da inflação indicam que o nível de vida dos portugueses voltou a piorar no mês de Agosto, tendência esta que se tem verificado continuadamente desde há mais de um ano. As intenções do Governo, bem claras nas declarações do ministro das Finanças, de aumentar a carga fiscal, são no mínimo ilógicas e injustas.
Eu sei que muitos dizem que os impostos atingem com a mesma proporcionalidade, ricos e pobres, o que também dizem dos aumentos salariais em valor percentual. Infelizmente quando se fala de sacrifícios, eles são sempre mais penosos para quem menos tem, e é fácil de perceber a razão, atendendo à percentagem de rendimento disponível depois de satisfeitas as despesas básicas duns e de outros.
A injustiça é ainda maior quando reparamos que os dados da inflação indicam que o que está a aumentar são precisamente as despesas básicas como os transportes, produtos alimentares, bebidas não alcoólicas, habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis.
Será que é justo continuar a castigar os rendimentos do trabalho, diminuindo a carga fiscal da banca e a especulação financeira? O senhor ministro Teixeira dos Santos ainda acha que é socialista?

««« - »»»
Fotos e Calor

««« - »»»
Humor e Bocas
Caloi
Quino

4 comentários:

Anónimo disse...

Xuxalismo é outra coisa...
Os pobres que paguem a crise!
Lol

AnarKa

São disse...

Adorei o desenho de Quino, que "roubei".

Quanto ao texto, gostaria de o ter escrito eu.

Um bom final de semana.

Graça Pereira disse...

Mas nós temos Socialismo?? E temos Economia?? Aonde??Aonde??

Adorei as fotos das "minhas" palmeiras... e ri com os desenhos da Monalisa e do Quino!!
Afinal...rir, é o melhor remédio!
Bj
Graça

Anónimo disse...

Os números têm sempre leituras diferentes por parte dos rosinhas que são avessos às contas.
Bjos da Sílvia