sábado, agosto 21, 2010

POEMA MESTIÇO

Escrevo Mediterrâneo
na serena voz do Índico

sangro norte
em coração do sul

na praia do oriente
sou areia náufraga
de nenhum mundo

hei-de
começar mais tarde

por ora
sou a pegada
do passo por acontecer.



Mia Couto, À Sombra dos Palmares

««« - »»»
Música Nacional
Discover the playlist Português with Mário Mata

««« - »»»
Imagens ao Estilo

3 comentários:

Anónimo disse...

Imagens à maneira e o Mia como abertura.
Bjos da Sílvia

LopesCa disse...

O relógio derreteu deve ter sido do calor ;)))

opolidor disse...

pensamentos e sentimentos superiores para variar...