terça-feira, agosto 10, 2010

MALABARISMOS EMPRESARIAIS

Enquanto vamos assistindo a um ataque feroz à função pública em boa parte da imprensa nacional e nos comentários que elas suscitam, aparecem outras notícias que nos revelam os pés de barro de algumas empresas privadas.

Sabemos que há quem pretenda dividir para reinar, atacando uns agora, para depois castigar os outros, mas é preciso ter muito cuidado e não generalizar situações que são lamentáveis.

Ao querer-se fazer comparações entre coisas não comparáveis, muitos de nós perdemos a razão e fazemos um favor a quem beneficia com estas divisões. Hoje li no sítio de um jornal que os serviços públicos iam descontam mais para a ADSE, e logo comentários dizendo que os funcionários tinham reformas chorudas, e o exemplo era a reforma dum juiz com mais de 5 mil euros. Mudei para outro sítio de outro jornal e li que mais de um terço das empresas declararam prejuízos, e os comentários incidiam sobre os malabarismos contabilísticos que se fazem para ludibriar o fisco.

Bons e maus há por todos o lado, mas é perigoso generalizar, em vez de se denunciar as situações irregulares, o que é um acto de cidadania.



««« - »»»
Fotos e Contraste
Badger

Badger

««« - »»»
Humor Expositivo
Mihai Ignat

Pavel Constantin
««« - »»»
Música a Pedido


4 comentários:

Anónimo disse...

Andam tantos a gamar e aldrabar nos impostos, mas aproveitam sempre para deitar pedras aos que descontam tudo certinho - os funcionários públicos.
Aldrabar nos impostos é de chico esperto, e estamos chaios deles.
Lol

AnarKa

FERNANDINHA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO AMIGO, A TUA NOVA CASA ESTÁ MUITO BONITA... ADOREI...!
ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Daniel Santos disse...

eu não tenho como fugir aos impostos.

Anónimo disse...

Ru também não fujo aos impostos nem aldrabo dizendo que ganho menos do que efectivamente aufiro. Detesto as sanguessugas que escapam ao fisco e me obrigam a pagar mais.
Bjos da Sílvia