sábado, maio 01, 2010

1º DE MAIO

Duas versões da mesma música.


Esta é a versão dos Madredeus

Esta é a versão do Zeca

4 comentários:

Pata Negra disse...

Estamos no tempo em que os direitos dos trabalhadores estão a ser tirados, já não a bisturi nem à facada mas a machada! Este 1º de Maio não é de festa mas de luta!

Anónimo disse...

Lutar contra os palhaços que nos desgovernam é uma necessidade de quem tem coluna vertebral.
Lol

AnarKa

SILÊNCIO CULPADO disse...

Guardião

Prefiro a versão do Zeca Afonso mas faço minhas as palavras do Pata Negra.

Abraço

tulipa disse...

OBRIGADO pela tua presença na minha vida!!!

É o primeiro 1º de Maio que tenho em casa um "Desempregado" com 62 anos, desde 31 de Julho de 2009...
Não há razões para festejar seja o que for!!!

Acabei de fazer um post sobre o "Dia da Mãe" mas, nada de recordações antigas, pois estou a ser seguida por um psicólogo que me tem ajudado a "cortar" com o meu passado, pois era só sofrimento sempre que "ia ao passado buscar lembranças" e, como perdi a m/Mãe muito cedo, evito voltar a falar no assunto;
a sua memória está muito bem guardada no meu coração, mas falemos de outras coisas...

O meu peito é um autêntico mar de emoções e já apanhei alguns sustos, devo fugir a situações de risco.

Beijos com carinho.