quarta-feira, março 24, 2010

SONHO OU FANTASIA?

Para quem acreditou no que a ministra da Cultura afirmou em Janeiro passado, “É o meu sonho tornar possível a entrada gratuita aos visitantes residentes em Portugal, assim que eu conseguir financiamento paralelo que possa cobrir as receitas dos bilhetes", os aumentos das entradas decididos para os museus e monumentos terá sido uma desilusão.

A realidade pode ser dura mas o país não está em condições de suportar estes espaços de Cultura apenas com os dinheiros que estão consignados no Orçamento de Estado. Gabriela Canavilhas depressa terá percebido a situação, e só assim se entendem os aumentos das entradas logo a partir de 15 de Março.

Casos como o da Fundação Berardo, com entradas grátis, apenas existem porque existem serviços públicos que geram receitas substanciais para o bolo de que dispõe o Ministério da Cultura.

Pode também querer LER

««« - »»»
Fotos - Sol e Mar
By Palaciano

By Palaciano

««« - »»»
Humor Diversificado
J. Bosco

P. Chappatte

5 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Pois é, quase sempre vai uma enorme distância entre o querer e o poder!

Anónimo disse...

A Gaby deve perceber de pianos mas de negócios, é mentira. Mais uma para contribuir para o enterro da Cultura.
Lol

AnarKa

Graça Pereira disse...

São lapsos que acontecem entre o Antes e o Depois...
Graça

Cata- Vento disse...

Um sonho que não se realizou. Mais um, de entre os muitos, a que já estamos habituados.

Bem-hajas!

Abraço fraterno

Pata Negra disse...

Fundações dessas, que servem para promover certas pessoas ou famílias,
são de entrada gratuita e com o dinheiro de todos. Aqui perto, nas Cortes-Leiria, uns tais Soares, apresentam o album de família num puro exercício de onania e o povo, que tantos favores lhes deve, paga a casa às moscas!
O património colectivo perdeu valor, estamos na era das personalidades.
Um abraço com os pés no campo