sábado, março 13, 2010

A RESPONSABILIDADE

O desemprego existente nas sociedades ocidentais é, em grande parte, resultado do falhanço das políticas económicas seguidas nos últimos anos. A falta de regulamentação dos mercados de capital e a desregulamentação do mercado de trabalho, conjugados com a deslocalização da capacidade produtiva para países onde os direitos do trabalho simplesmente não existem, conduziram-nos a esta situação.

Os políticos não aceitam as suas responsabilidades, e os investidores diminuíram grandemente o seu investimento nos países desenvolvidos e viraram-se para o mercado especulativo, que sem o freio da regulamentação acabou por colapsar causando a crise económica que atravessamos.

Em Portugal, e atendendo ao que se desenha com este Orçamento de Estado e com o PEC que vamos conhecendo, começa a desenhar-se um cenário negro do tipo, “se não morremos da doença, morremos da cura”.

Os responsáveis não admitem os erros e atiram as responsabilidades e os encargos para quem nunca teve outra responsabilidade no assunto, para além de os ter escolhido para os lugares que ocupam no poder.



««« - »»»
Fotografia e Movimento
Mona Grundsøe

««« - »»»
Humor Linguístico
Henrique Monteiro

4 comentários:

LopesCa disse...

Infelizmente é a realidade actual :s

Graça Pereira disse...

Mas algum daqueles Boys sabe o que é responsabilidade?? Olha ri-me com as caricaturas, que é o melhor remédio!
Beijo
Graça

São disse...

As caricaturas fizeram-me rir.

O estado do país, leva-me às lágrimas.

Boa semana.

Anónimo disse...

Eles estão dispostos a resolver o problema do desemprego, diminuindo o tempo de atribuição, congelando o valor, e oferecendo trabalhos da treta que se recusados dão direito ao chuto na peida. Sem bago o pessoal ou vai gamar ou morre à fome. Remédio santo...
Lol

AnarKa