terça-feira, novembro 03, 2009

VAMOS ENTÃO AOS CUSTOS…

Nos tempos que correm sou pouco sensível aos protestos dos políticos que se reclamam de esquerda e de direita só porque pertencem a este ou àquele partido político. Olhem que nem sequer estou a ser cínico, apenas me baseio no excesso de subordinação à economia de mercado, com todos os defeitos que tem demonstrado, de quase todos os partidos políticos que têm estado envolvidos no poder em Portugal.

O caso BPN com a sua nacionalização recente e a mais do que provável privatização num futuro próximo vem baralhar mais ainda as possíveis diferenças entre a esquerda e a direita portuguesas.

Para os mais confusos fica a alusão a um dos dogmas mais profundos da direita que diz que as nacionalizações (todas) são uma factura pesada que os contribuintes têm que pagar. Como devem saber, mesmo que falemos só da esquerda mais radical, só ouvimos falar de nacionalizações de empresas estratégicas que apresentam lucros substanciais.

Pois bem meus caros, o PS português decidiu nacionalizar o BPN, e só o banco e não a holding que o detinha, quando a falência parecia inevitável. O dinheiro necessário a atender compromissos entrou em quantidades que em muito ultrapassaram o que foi dito aos portugueses à data da nacionalização, e sempre foi afirmado que os avales à banca e que o dinheiro seria restituído com juros.

Passado cerca de um ano ouvimos falar de privatização, ouvimos afirmações dos responsáveis da CGD que não vai perder nada com a injecção de dinheiro no BPN, e ouvimos também o presidente do BPN afirmar com todas as letras que a privatização do banco está à vista e que a nacionalização do BPN vai ter custos significativos para os contribuintes.

Afinal de contas o custo não é o da nacionalização, mas sim o da privatização, porque o que sempre esteve em causa foi nacionalizar os prejuízos e privatizar os lucros. Agora que o passivo está limpo (3,5 mil milhões de euros depois) privatiza-se depressa sem acautelar o dinheiro dos contribuintes? Esquerda ou direita? Escolham se quiserem, porque para mim ficou claro!



««« - »»»
Fotos da Época
Japanese maple tree by wingmar

Golden Autumn by tomsumartin

««« - »»»
Humor Preocupado
Rumen Kostov Dragostinov

Benjasit Tumying

6 comentários:

Meg disse...

Guardião

Desculpa, que sei que o assunto é sério, mas neste caso como noutros estou pior que o 31 - não sei distinguir a esquerda da direita.

Um abraço

Anónimo disse...

Os lucros ficaram nas panças dos accionistas, os prejuízos vamos nós pagar, e o banco limpinho de dívidas é entregue por uma bagatela a outros tubarões, ou quem sabe, aos mesmos com outras caras.
Lol

AnarKa

Jorge P.G disse...

Economia e finanças são aspectos que não domino minimamente.
Apenas sei que se gastar mais do que recebo vou ter um saldo negativo. E a mim basta!

Cumps

Ferreira-Pinto disse...

Se pudesse, gostava que tudo fosse belo como o "Golden Autumn" de "tomsumartin". Infelizmente, não é.

elvira carvalho disse...

O filme é sempre o mesmo. Os artistas é que vão rodando...
Um abraço

Anónimo disse...

É um fartar de vilanagem, e o pior é que já vamos ficando habituados...
Bjos da Sílvia