quarta-feira, agosto 05, 2009

POLÍTICOS E CREDIBILIDADE

Tempos houve em que ser-se político era uma missão nobre dos homens bons de um qualquer local, em que a única finalidade era o bem comum. A nobreza e a credibilidade eram as qualidades exigidas a quem se propunha abraçar a causa pública.

Hoje os tempos são outros, as ambições viraram-se para a riqueza material, os meios justificam os fins desde que estes estejam em consonância com o sucesso e uma recheada conta bancária.

Na política actual as palavras nem sempre batem certo com as intenções. E a prática pouco ou nada tem em comum com as palavras dos discursos. Não admira que a credibilidade dos políticos seja algo em que poucos acreditam.

Quem diria há alguns anos que pessoas a contas com a justiça teimavam em candidatar-se, e que mesmo assim venciam certas eleições. Há uma crise de valores evidente, e não são as cores partidárias que realmente importam, porque no fundo são as pessoas que estão em causa, bem como o seu modo de estar na vida.

Não me atreveria a apontar o dedo a ninguém em particular, mas estou absolutamente convicto de que eu na condição de alguns figurões que se vão candidatar em próximas eleições, não encontraria emprego nem como varredor de ruas, ou na recolha de lixo.



««« - »»»
Fotos - Pétalas Coloridas
***

Цветок

««« - »»»
Humor Teclando
Gary Varvel

Gary Varvel

5 comentários:

Isamar disse...

É lamentável, amigo, o que acontece com certos políticos e, por isso, a descredibilidade está bem patente nos actos eleitorais. A abstenção tem sido a grande vencedora. E é pena!

Um abraço

Bem-hajas!

Ferreira-Pinto disse...

Aliás, noutros tempos o sentido de honra era de tal monta que alguns nem sequer teimavam; pura e simplesmente suicidavam-se.

elvira carvalho disse...

Bom vamos a ver se é desta. É que depois do pc vir da oficina, só por aqui andei umas horitas e foi-se a internet. Ou seja, primeiro tinha internet não tinha pc, e depois vice-versa. Como isto é um casal muito unido um não faz nada sem o outro e daí que eu tenha desaparecido de novo.
Só neste País. E se calhar ainda é capaz de ganhar de novo, e cumprir outro mandato até ao julgamento do recurso.
Um abraço

Anónimo disse...

Honra, e vergonha são sentimentos em vias de extinção, e na política ou no poder em geral nem com lupa se lá chega...
Lol

AnarKa

Anónimo disse...

MOTEL
seo
居家看護
法拍屋
白蟻
seo
隔熱紙
高雄縣旅遊
墾丁旅遊
網路行銷