quarta-feira, agosto 12, 2009

DESPERDÍCIO NÃO É FADO

Enquanto se prepara a candidatura do fado à UNESCO, como Património Cultural Imaterial, somos também informados de derrapagens financeiras em auto-estradas, algumas ainda nem começadas.

Se para muitos o fado significa tristeza e desilusão, ainda que com a esperança num horizonte que se deseja e anseia, para outros é apenas um destino ou uma fatalidade a que estamos ligados e a que não podemos fugir.

Não me pretendo prender à música nem à lírica deste estilo musical muito português, nem tenho qualquer conhecimento sobre a matéria, mas apenas me apetece abordar a simbologia e o absurdo que é a política à portuguesa.

Tenho a certeza de que a UNESCO reconheceria, pelo menos a nível europeu, que o fado das derrapagens financeiras nas obras públicas em Portugal são uma singularidade no âmbito dos países ditos desenvolvidos e democráticos.

Imaginem meus caros que nós conseguimos ver aumentos de custos de obras ainda não em execução, de mais de 50% sobre o preço acordado em concurso, numa altura em que o preço da mão-de-obra baixou, os custos de materiais baixou e o crédito ao investimento está mais baixo. O Governo, que talvez venha a acarinhar este fado, diz mesmo que estamos com inflação negativa, mas mesmo perante esta derrapagem afirma que os custos estão em linha com o previsto.

Eu julgava que as empresas se apresentavam a concurso com propostas sérias e realistas e que eram responsáveis pelos riscos que aceitavam correr, mas afinal em Portugal os privados não gostam de correr riscos, e esses ficam para o Estado, que logo a seguir é acusado de gastar mal os dinheiros públicos, e de ter “gorduras” que importa cortar de imediato.

Digam-me quais serão as gorduras onde se gastam sem vergonha verbas imensas, e eu dir-vos-ei qual é o “fado” a que estamos condenados, e não será nada musical a minha conclusão!



««« - »»»
Foto Imaginativa
Honesty by Валерий Бараш

««« - »»»


««« - »»»
Humor na Cabeceira...
Bill Stott

3 comentários:

Anónimo disse...

Gamar à fratazana é o mote de quem vai mexendo os cordelinhos, o resto é paisagem e os contribuintes que pagam o banquete do abutres.
Lol

AnarKa

Anónimo disse...

十年大陸越南新娘介紹經驗,合法的婚姻介紹機構,嚴肅,專業的婚姻介紹網站,擁有台灣多家外籍新娘婚姻協會人員合作,本網站是由大陸當地台灣媒人所設立,位於廣西省,臨近越南河內,娶外籍新娘通過本站直接到異國娶親,省掉台灣外籍新娘婚姻仲介中間環節,可以節省費用,全台各地都有我們所服務過的客人,如有需要可提供電話詢問,我們的口碑經的起檢驗,也可為你推薦台灣合法信譽好的婚姻協會人員為你服務,希望通過我們讓你以最經濟實惠的方式找到理想的伴侶,能夠為有緣人牽線搭橋,異國姻緣一線牽,歡迎以婚姻為目的,具備嚴肅婚姻心態,有責任感,有心想娶外籍新娘的台灣單身男士與我們聯繫,我們將誠心為您服務!
外籍新娘
大陸新娘
越南新娘
東北新娘
廣西新娘
吉林新娘
福建新娘
中國新娘>>>參考網站

Isamar disse...

Para este triste fado a que andamos ligados desde que nascemos ( sempre assim ouvi falar) deve haver machado que o corte. Assim haja quem queira fazê-lo cerce.

Bem-hajas, amigo!

Um abraço