terça-feira, junho 16, 2009

CURTINHAS

Banco de Portugal – Ouvi durante umas quantas horas as explicações de Vitor Constâncio e as perguntas de dois deputados, mas para ser sincero, mesmo descontando o mau humor injustificado do governador do BdP, nada ouvi de esclarecedor por parte do senhor governador. A acção preventiva da instituição falhou, as suas diligências prudenciais foram incapazes de detectar as fraudes que hoje se admitem, e as justificações não convencem. Pelos vistos o senhor governador gosta de encarar tudo no sentido formal, em que não se questiona o que não se sabe, ainda que hajam desconfianças, e a palavra dos interlocutores (neste caso os bancos) valem mais do que todos os indícios não provados. Incompetência parece que não é admitida, e no máximo fiquei com a sensação de que Vitor Constâncio apenas admitiria, no máximo, ter sido demasiado crédulo ao confiar nos seus interlocutores do BPN.

Fome – Em pleno século XXI, com crise ou sem crise económica, o mundo enfrenta a fome em diversos continentes e muitos países. O sistema económico colapsou, não sem antes ter deixado os bolsos dos grandes especuladores e gestores bancários bem na vida, aumentando a já existente assimetria e má distribuição da riqueza. Os responsáveis políticos prometeram mudanças e mais fiscalização, mas prepara-se para ficar tudo na mesma, ou quase, sem responsáveis pela hecatombe, ainda que com umas quantas vinganças previsíveis. De fome não se fala, mas quase 160 milhões gastos em contratações de futebolistas, isso sim é notícia neste mundo cão.



««« - »»»
Foto Macabra
anzhina

««« - »»»
Humor Negro
Salah Adarbe


Salah Adarbe

5 comentários:

Anónimo disse...

Que humor menino! Isso anda mau por essas bandas?
Tudo condiz com os temas, mas não vale ganhar uma depressão.
Bjos da Sílvia

ana p roque disse...

Quanto mais apertam com Vitor Constâncio,
mais ele se esgueira feito enguia,só falta dizer
que acredita no Pai Natal e que os pobres dos clientes é que são culpados :)

De facto os milhões pagos na contratação de futebolistas,
mais o Sr.Abramovich que comprou o maior e mais caro iate
do mundo,é uma afronta ignóbil para quem quer um pão e morre
por não o ter.E mais não digo,é triste e revoltante.

A foto é macabra,mas á luz do tarot tem tudo a ver comigo,
ou quase...


cumps

Anónimo disse...

O dinheiro corrompe, o capitalismo será sempre um paraíso para os gananciosos, invejosos e trapaceiros. O poder e a ordem aparente são manipulados e instrumentalizados por essa gente, cuja admiração e devoção é pela lei da selva e dos mais fortes.
Lol

AnarKa

Jorge P.G disse...

Banco de Portugal - Constâncio, o tecnocrata distraído e ingénuo, quase se descontrolava por completo perante a sanha jovem e atrevida de um Nuno Melo que irá longe na política.
Não convenceu ninguém, mas também... que importância é que isso tem na prática?

Fome -
Quando há dias vi mais um espectáculo deprimente nas TVs, a célebre "tomatina", que em Espanha e na Colômbia, pelo menos, muito diverte a rapaziada, logo me arrepiei perante a lembrança dos que morrem à fome por esse mundo fora.
A hipocrisia humana continua.

Cumps.

Pata Negra disse...

Qualquer dia, em vez da figura de homicídio por negligência teremos a figura de homicídio por ingenuidade! O Constância pode ter cara de cu mas não de ingénuo!

Quanto à fome! É problema deles!
Não são nossos eleitores!
Nós compramos a Bola, pagamos as cotas do clube, legitimamos a corja que governa o mundo! Ah! A fome?! Eu dou sempre no peditório das missões!

Um abraço gordo como o constâncio