quarta-feira, junho 10, 2009

10 DE JUNHO



CAMÕES

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança;

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,

Diferentes em tudo da esperança;

Do mal ficam as mágoas na lembrança,

E do bem, se algum houve, as saudades.


O tempo cobre o chão de verde manto,

Que já foi coberto de neve fria,

E em mim converte em choro o doce canto.


E, afora este mudar-se cada dia,

Outra mudança faz de mor espanto:

Que não se muda já como soía.




««« - »»»


"De acordo com o Instituto Internacional de Estudos para a Paz, sediado em Estocolmo (Sipri), isso corresponde a 2,4% da riqueza produzida no planeta. E, na prática, significa que por cada pessoa foram gastos 217 dólares em armas (cerca de 156 euros)."

Como eu não comprei arma nenhuma, como não contribuo activamente para o seu fabrico, e como não gosto de ver miséria um pouco por todo o mundo, só posso registar os dados que vieram no DN de 9/6/2009.

6 comentários:

ANTONIO DELGADO disse...

Este mundo é mesmo estranho. Há noticias que nos deixam estufacto, esta é uma! o investimento em destruição é muito superior ao da criação...infelizmente.

Um abraço
António Delgado

Ponto e Vírgula disse...

Muda-se a confiança.Os valores que nos norteiam andam a perder o rumo.

Bjos

Anónimo disse...

A economia tão endeusada por governantes e outros decisores baseia-se afinal em especulação, morte e exploração irracional dos recursos. Vivemos num mundo cão em que terão de ser muitas as vontades que teremos que unir para combater o status quo.
Lol

AnarKa

Maria Faia disse...

Estimado Amigo Guardião,

As escolhas dos Homens são muitas vezes demolidoras para a humaniddade...
Se em vez de guerra e petrólio se erguessem em uníssono os valores da paz e da solidariedade o que seria dos senhores que no seu interior somente cultivam ódios e poder?
Vale a pena pensar nisto... e combater a ilusão!

Um abraço amigo com votos de Bom Feriado,

Maria Faia

De Amor e de Terra disse...

Olá Guardião, boa tarde.
Agradeço a sua visita e as palavras.
Gostei de ouvir, de novo, o Zé Mário Branco...continua a ser indispensável estar atento às mudanças, como sempre e mais que sempre.
Abraço.
Maria Mamede

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO GUARDIÃO, BELA POSTAGEM AMIGO... ADOREI !!!
ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA