sexta-feira, abril 17, 2009

EU PASSEI A GOSTAR (AINDA) MAIS DOS XUTOS

Eu sabia que havia diferença entre ser um Zé-ninguém, ou engenheiro, mas sempre julguei que engenheiro, doutor ou arquitecto se equivaliam na escala social, mas verifiquei agora o meu engano.

Uma música dos Xutos & Pontapés do álbum “Mundo ao Contrário”, editado na passada segunda-feira fez-me ver que engenheiro pode ter uma conotação com uma única pessoa, embora eu não encontre qualquer explicação linguística para o caso.

Os portugueses guindaram o novo álbum ao 1º lugar do top nacional, e bem, porque os Xutos demonstram estar em muito boa forma, mas há por aí quem diga que é por outra razão (?).

Pois é meus caros, o melhor é mesmo ouvir com atenção a música que eu coloquei na vitrola, prestar atenção à música e à letra, e depois digam-me se não gostaram de ouvir esta banda, que em breve inicia a digressão intitulada “30 Anos à Nossa Maneira”.





««« - »»»
Imagens 3D
Podiums by Shin-Shoryuken

Arise by Shin-Shoryuken

17 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Guardião

A canção é uma arma (ainda). E que se mantenha porque precisamos de muitas armas para fazer uma revolução.
Relativamente às obras de engenharia, estamos no País que estamos. Por isso temos que mudar.
Vivam os Xutos e POntapés.

Abraço

A. João Soares disse...

Caro Guardião,
A propósito de profissões, na China tanto no Governo como nos altos cargos predominam os engenheiros hidráulicos, mais sensibilizados para os problemas dos baixos cursos dos rios e respectivas enchentes. Por cá são os de direito que nada sabem das realidades práticas da vida e estão habituados a lidar com bandidos dos quais têm aprendido muitas manhas. Vivem da palavra, manobrada conforme as conveniências de momento o que gera pouca confiança por parte da população e lhes confere pouca credibilidade.
Um abraço
João Soares

Papoila disse...

Guardião:
Vivam os comendadores Xutos e Pontapés que não se deixaram deslumbrar pela comenda e continuam a usar a sua voz como protesto quando necessário.
Os cartoons demais
Beijos

ana p roque disse...

Já tinha ouvido esta música dos Xutos e achei porreira,é forte e
veridica.
Há mesmo que lutar!

Muito bons os cartoons e as fotos
3D também.

cumps

Maria Faia disse...

Pois é Amigo.
Como diz o Zé "se nada fizermos isto nunca vai mudar..."
Os cartoons deliciam-me sempre.
Principalmente os Drs que falam muito, escrevem melhor mas... nada fazem de socialmente útil.

Beijo amigo,
Maria Faia

Isamar disse...

Estamos a completar os trinta e cinco anos de democracia e os Xutos, que quase nasceram ao mesmo tempo, continuam a dar-nos música à medida.
Os cartoons estão sempre giríssimos. Rir faz bem a tudo.

Bem-hajas!

Um abraço com amizade

Marreta disse...

Pois já conhecia este tema que tem dado tanta polémica, isto embora os Xutos digam que a canção não é nenhuma critica ao PM.
O que é facto é que cá vamos andando sem eira nem beira, e isso é uma verdade indesmentível!

Saudações do Marreta.

polidor disse...

grato pela visita e o importante é malhar...

Alexa disse...

guardião
Há 30 anos que sou fã dos Xutos , esta música parece as mais antigas deles, veio no hora certa e na altura certa .
Eu ainda acredito que a canção é uma arma e que tem muita muita força sobretudo uma cancão dos xutos que apanha 3 gerações diferentes
Sempre xutos

e um beijo para ti também

elvira carvalho disse...

Ainda não tinha ouvido a música. Ainda bem que alguém tem coragem para cantar o desento do nosso viver. Vivam os chutos.
Deixo um abraço e votos de bom fim de semana

São disse...

Graças a DEus, que ainda há quem resista através das canções!
Bom f9im de semana.

Maria Faia disse...

No Querubim deixei um xuto em jeito de reflexão.
Viva os Xutos e Pontapés.

Abraço amigo,
Maria Faia

Anónimo disse...

Assim é que é, meu! Vivam os Xutos, e Pontapé em quem nos anda a lixar...
Lol

AnarKa

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


PASSEM POR AQUI.


SAUDAÇÕES.

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


PASSEM POR AQUI.


SAUDAÇÕES.

Pata Negra disse...

Senhor engenheiro, vamos ver se a canção te borra os cálculos! Se tu perderes todos ganharemos!
Senhor engenheiro que a canção te pese no lombo tanto o quanto tu tens pesado a este país que já foi salazarista e agora é sócretino!

Um abraço com engenho

Meg disse...

Guardião,

Se o Pavlov ainda cá estivesse, talvez nos conseguisse explicar esta associação à palavra "engenheiro"
E quanto aos Xutos, continuam na maior.

Bom fim de semana

Um abraço