sexta-feira, março 27, 2009

À ATENÇÃO DOS INGÉNUOS

Em tempos escrevi por aqui que a avaliação do desempenho na função pública não passava de um engodo, já que a intenção real do governo era fazer demorar o mais possível as progressões na carreira dos funcionários públicos. Tive então uns quantos comentários de pessoas mais ingénuas, ou pelo menos pouco conhecedoras do meio, repetindo os chavões que os governantes vinham dizendo de cada vez que o sistema era contestado.

A avaliação não passa de uma caricatura do que se dizia ser um estímulo à excelência, e na prática o governo já conseguiu o que pretendia, que não passa de um estratagema para demorar 10 anos a progressão dos funcionários. Dizem-me, mas há alguns que levam a classificação de excelentes, mas para esses aconselho-os a que consultem as listas dos ministérios, que é elucidativa.

Mas hoje veio mais uma confirmação da minha opinião, agora no Diário Económico, onde se pode ler que o Governo acabou de reduzir em mais 87 milhões de euros as verbas disponíveis para aplicar em progressões de funcionários públicos e para recrutamento. O Ministério das Finanças já confirmou a duplicação das cativações a aplicar a essas verbas, pelo que aos poucos tudo começa a ficar claro, mesmo para os mais ingénuos.



««« - »»»
Mestres da Pintura
Amadeo

Wassiliy Kandinsky

««« - »»»
Humor Automóvel

6 comentários:

Isamar disse...

Eu sou pouco entendida em política mas nunca duvidei que por detrás desta preocupação de atingir níveis de excelência entre os funcionários públicos trazia também em si um "tique" economicista. Está confirmado!
E só não vê quem é "curto de vistas".
Um abraço

Bem-hajas!

Anónimo disse...

Ainda restou algum dinheirito para prémios para as altas chefias e para uns quantos incentivos e cursos no estrangeiro, basta estar atento.
Lol

AnarKa

ana p roque disse...

A avaliação com estímulo á
excelência,traz sempre algo na manga,raramente é no bom sentido!

Mestres da pintura com Sabedoria.

Como sempre excelentes cartoons.

Bom fim de semana.
cumps

Maria Faia disse...

Caro Amigo,
Só quem é ou já alvo do SIADAP sabe bem da sua justiça ou injustiça...
Quanto a mim o sistema é injusto mas, também tenho que reconhecer que o anterior também o foi somente porque os valiadores queriam ser todos "bonzinhos" ou "ficar bem na fotografia" e, para isso, o mais fácil foi generalizar a classificação de muito bom, mesmo áqueles que nunca o foram.
É caso para dizer que paga o justo pelo pecador...
Mas, se a única injustiça desta nossa sociedade fosse só o SIADAP, a coisa até que não estaria tão mal!
O grande problema está na quase extinção de um a sociedade de valores éticos, morais e sociais.
Infelizmente, parece que, de hoje em dia, vale tudo...

Um abraço Amigo,

Maria Faia

Jorge P.G disse...

Sempre lhe dei razão nessa matéria.

Belíssimo o primeiro quadro e adorei o boneco do Homem das cavernas.

Cumps.

Mário Relvas disse...

Belas imagens...

As avaliações poderiam ter alguma coisa de positivo se fossem correctamente programadas e executadas. Mas não são.

Cumpts