segunda-feira, fevereiro 02, 2009

O MAIS PREOCUPANTE

A imprensa tem dado bastante destaque às trapalhadas relacionadas com o Freeport, como já tinha acontecido com o caso dos submarinos, com a Moderna, com a Casa Pia, com a Operação Furacão, e alguns outros, que todos tememos que acabem resultando num enorme fiasco, sem castigados por insuficiência de provas, por erros processuais, ou até por prescrição. Quanto maior é o caso e quanto maior o alarido, menores os resultados, esta tem sido a norma.

O que realmente começa a ser não só preocupante, mas já uma ameaça à estabilidade dos países é a praga do desemprego. A crise que todos apelidam de económica começa a fomentar factores de instabilidade que têm tendência a tornar-se incontroláveis. Em França, na Grécia e agora na Inglaterra começaram a surgir os primeiros sinais.

Não estamos perante reivindicações salariais, ou algo do género, estamos perante fenómenos que são motivados pelo desespero perante o desemprego, que acabam por tomar formas e proporções muito perigosas, veja-se o que aconteceu em Inglaterra e que bem pode espalhar-se um pouco por todo o lado. Não quero com isto legitimar tais protestos, longe disso, mas há o perigo de se replicarem situações idênticas um pouco por todo o lado, e isso seria explosivo.

A crise que importa combater com maior rapidez é a do desemprego!


««« - »»»
Pinturas e Esperança
Spring by Dreamnr9

The country life by Dreamnr9
««« - »»»
Humor Hi-Tech


710

6 comentários:

Jorge P.G disse...

O fenómeno do desespero pela falta de emprego é realmente uma epidemia terríel que se alastra perigosamente.
Geradora de todos os maus pensamentos e acções excessivas, esta catástrofe social é geradora de fenomenos de xenofobia, de actividades criminais, de suicídio de entraga ao állcool e à droga, enfim, um flagelo tremendo a que urge pôr travão.
É que depois do primeiro caso de ilicitude, há muitos que não serão recuperados e que não mais se integrarão na sociedade. E quem sofre mais acabam por ser os que prosseguem o caminho como cidadãos seguidores dos bons costumes sociais.

Uma boa semana.
Cumps.

Anónimo disse...

Os perigos são muito grandes e os políticos que se cuidem.
Bjos da Silvia

Papoila disse...

Querido Guardião:
O desemprego que se alastra por toda a Europa é deveras preocupante, e muito mais se levar a reacções de xenofobia como hoje nos foi dadi ver em Inglaterra, que podem alastrar-se como doença infecciosa.
Beijos

Pata Negra disse...

Se tens um empregozinho, cala-te e faz aquilo que te mandam! Se não tens emprego, cala-te também! Não veêm que a culpa é da crise!
Aguentem pelo futuro sempre adiado!
Um abraço explosivo

Anónimo disse...

A crise é de valores de seriedade e de honestidade. O colarinho branco faz as suas jogadas escuras, corrompe, rouba com impunidade e ficamos todos de tanga. Correr com os gajos é o único caminho, e não sei de outro modo de acabar com esta pouca vergonha.
Lol

AnarKa

MARIA disse...

Pois é Guardião, o cenário é negro e infelizmente sabemos bem quem é sempre sacrificado ...

Um beijinho sempre amigo.

Maria