sexta-feira, dezembro 26, 2008

NÃO HÁ VERGONHA

O poder, e não importa qual a cor dominante, corrompe quem se julgava acima das tentações, e difícil mesmo é distinguir quem é que tem preocupações sociais e não embarca em interesses óbvios e particulares, que não se podem confundir com os públicos e com preocupações sociais.


As câmaras municipais, e aqui o Porto fica a par de Lisboa, decidiram privatizar a recolha do lixo, sem participar as suas intenções aos cidadãos eleitores, e aos funcionários das respectivas câmaras. É estranho que isto aconteça, e que o processo seja de tal modo sigiloso, que às tantas os trabalhadores se vejam transferidos para empresas privadas, por requisição e sem acordo prévio dos interessados.


Garante o executivo camarário da autarquia do Porto que não há motivos para a impugnação judicial por causa da transferência dos trabalhadores dos serviços de limpeza para empresas privadas. Não conheço o senhor vice-presidente da edilidade portuense, mas aconselho com veemência que consulte os serviços competentes da autarquia antes de falar, porque as leis existem e são para cumprir, e o senhor pode e será com toda a certeza chamado à responsabilidade perante o atropelo à lei que está a ser levado a cabo pela Câmara Municipal do Porto, e do qual não pode alegar desconhecimento à luz da lei que o abrange.




««« - »»»
Humor Interesseiro

14 comentários:

Anónimo disse...

Vergonha na política? Os gajos vão privatizando para garantir o tachito quando sairem da câmara.
Lol

AnarKa

Carol disse...

Por Aveiro,ao que sei, o mesmo se passa mas em relação à empresa de transportes públicos.

Tiago R Cardoso disse...

Aprecio a constituição de empresas por parte das autarquias para "arranjar" os orçamentos e défices.

Aprecio o privatizar de serviços.

Enfim, que cambada que temos de aturar.

Um abraço.

Anónimo disse...

Da rosa ao laranja, que importa a cor, há sempre clientelas a satisfazer.
Bjos da Sílvia

Pata Negra disse...

A medida que o sistema capitalista vai ruindo os socialistas e sociais democratas vão privatizando o país até ao último rochedo.
Um abraço público

Sophiamar disse...

Apesar da nuvem negra que sentimos a parar, espero que o Ano Novo consiga manter-nos a esperança de que é possível tomar um rumo mais seguro.

Bem-hajas!

Bom Ano Novo!

Beijinhos

adrianeites disse...

sim..de facto uma vergonha!

fantasticos cartoons!

Papoila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Papoila disse...

Querido Guardião:
Adorei os cartoons!
Privatizar para ver se salva a pele ao contrário da regra que o ultimo a abandonar o barco é o comandante... aqui o comandante livra-se da tripulação... por uns cifrões...
Beijos

tulipa disse...

Haja a esperança que em 2009
Isso aconteça
São
As Esperanças
E os sonhos
Que nos fazem
Acreditar num Amanhã
Numa vida melhor, principalmente com Saúde.

É em forma de árvore-pinheirinho, que brinquei com as palavras, fazendo votos de um excelente 2009.

Peço desculpa de ter chegado já depois do Natal, mas tenho 2 pessoas muito queridas muito mal, hospitalizadas; se tiver paciência de ler o meu ultimo post "Estou triste" poderá perceber o meu espírito de momento...

Maria disse...

Só deve haver 1% de politicos que tenham vergonha...


Abraço Serrano
e Bom Ano Novo ;-)

Ferreira-Pinto disse...

Vergonha?
Quem? Do senhor "olhai para o que eu digo, não olheis para o que eu faço" chamado Rui Rio?
Tá bem, tá!

No resto,
Um PRÓSPERO ANO NOVO, eis os meus votos para si e para os seus!

E peço que releve as minhas ausências, mas são por motivos ponderosos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Guardião
O poder corrompe. O seu exercício torna ébrios muitos que em estado sóbrio (leia-se oposição) condenavam o que acabam por fazer.
É revoltante a ligeireza com que se actua e fica impune quando estão em jogo vidas, serviços e dinheiro dos contribuintes.
Que 2009 seja um ano de mudança. E para ti, meu querido amigo, muita saúde e força, e que eu possa continuar a contar com a tua amizade como voz que me torna mais forte e como mão que aperto quando caminho.

Tudo bom para ti.

Abraço

Tiago R Cardoso disse...

Um Feliz Ano Novo e um tradicional mas sentido, que conseguias tudo o que desejas.