segunda-feira, outubro 13, 2008

ROTINAS

Às vezes chegamos ao fim de uma semana e quando olhamos bem, reparamos que o trabalho rendeu pouco e que se verificaram atrasos que não conseguimos explicar. Aconteceu-me na passada semana e, para dizer a verdade fartei-me de andar de um lado para o outro.

Eu até sou um fulano que gosto de organizar o meu trabalho, quero sempre tudo pronto com antecedência e procuro acautelar-me para os imprevistos, será que amoleci? Terei eu perdido o meu tempo desnecessariamente, ou terei descurado as minhas obrigações?

Vejamos: agi de acordo com o que tinha planeado, fui onde tinha de ir, contactei quem tinha de contactar e até atendi dois pedidos que não estavam agendados, mas o trabalho no escritório ficou aquém do programado. Porquê?

Pois é, acho que fui almoçar com amigos duas vezes, ao invés do costume, que é apenas uma vez na semana. Mas há mais, durante a semana encontrei um amigo que acabou de ser avô e está no mundo da Lua, logo tive que ir dar os parabéns à esposa e à filha, e de fazer uma festinha na neta, que diga-se é um docinho. Nesse dia à noite fomos todos juntar-nos à alegria deste amigo e o serão foi muito agradável lá na casa dele.

Afinal nem tive um atraso assim tão grande no trabalho, e a descontracção e alegria dos momentos passados em alegre cavaqueira com a família e amigos, até serviu para relaxar um pouco e ganhar forças para uma nova semana, mais produtiva com toda a certeza.



««« - »»»
Fotos - Natureza
Sem Título II by kimmen

remus

««« - »»»
Humor Internacional
Toso-Borkovic

Valentin-Druzhinin

Seyran-Caferli

8 comentários:

C Valente disse...

Boa semana com saudações amigas

Jorge P.G disse...

Cumpridores, sim, escravos do trabalho, não!
As "pequenas coisas" que surgem fazem parte da vida que é preciso viver. E não são nada pequenas, afinal!

Cumps e uma semana produtiva, sem violentações.

Ferreira-Pinto disse...

Então que a semana seja ainda mais compensadora que a anterior!

ANTONIO DELGADO disse...

Por vezes os pequenos detalhes são a luz que anima as grandes azanhas profissionais.

Um abraço
António Delgado

Anónimo disse...

Desculpas para quê? O trabalho não é tudo, e parece que o tempo perdido até foi agradável.
Fui
Joca

Tiago R Cardoso disse...

e fez bem, não só de trabalho vive o homem...

Anónimo disse...

O trabalho pode esperar, desde que a volta seja feita com mais vontade.
Bjos da Sílvia

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo José, maravilhoso post, o texto está muito bom, reflete o teu pensamento!
Mas, as fotos estão belíssimas, maravilhosas e merecem todos os miminhos, porque são mesmo lindas!...
Beijinhos de ternura,
Fernandinha