quarta-feira, junho 11, 2008

OS LEGALISTAS

Com os bloqueios das empresas de camionagem, especialmente as de pequena dimensão, começam a escassear os combustíveis e alguns produtos alimentares. Era previsível que os preços exorbitantes dos combustíveis iriam desencadear ondas de descontentamento difíceis de prever.

Se os governos ainda não perceberam que a economia e os salários não conseguem acomodar esta subida súbita, e que o mais sensato era ter baixado o imposto sobre os produtos petrolíferos sem deixar de perder as receitas previstas no início do ano, é porque andam muito distraídos e não têm a noção do impacto que os combustíveis têm na vida dos cidadãos.

É arrepiante ouvir alguns dos comentadores de rádios e de televisões virem falar de legalismos quando se referem aos boicotes dos camionistas, parecendo ignorar que o fenómeno não se restringe a Portugal, quando é claro que o mesmo se passa em Espanha e França, só para falar dos que nos estão mais próximos.

As medidas não foram tomadas quando o problema se desenhou, agora os acordos propostos já não são para todos, mas sim para satisfazer grandes operadores e grupos económicos, mantendo o ferrete sobre os que têm menor peso e poder reivindicativo.

««« - »»»
Pinturas

Sinfonia by mapeces


Summer porch by *candidaartstudio

««« - »»»
Humor Variado

Brian Fairrington

Monte Wolverton

Pat Bagley
Post 599 desde 19/06/2005

8 comentários:

lottery raffle disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sophiamar disse...

Vistas curtas, meu amigo. E o problema agiganta-se.Todas as actividades giram em torno desta.
Participo, a partir de ontem, num blog colectivo.Passa por lá. Deixo-te o link mas encontras o selo no template do meu blog.
http://adlibitum2008.blogspot.com/

Beijinhos

lottery winning numbers disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
São disse...

Mas em Portugal alguma vez se pensa a longo prazo?!
Boa noite.

Pata Negra disse...

Nenhuma manisfestação antes do 25 de Abril era legal. Agora são-no, algumas, desde que não incomodem muito. 200 mil pessoas a desfilar pela avenida da Liberdade abaixo e o governo responde-lhes com flores:
são muito queridos mas nós é que sabemos.
Não! A crise do petróleo é uma invenção vossa! O petróleo é barato! É a vossa maneira de governar que o faz caro! Compreendo que seja difícil desaparecer, dum instante para o outro, com um imposto que se esticou até ao intolerável. Para amenizar a coisa só há uma solução: a nacionalização total e imediata de todas as gasolineiras! a gestão das gasolineiras por gestores isentos! Os lucros das gasolineiras para o povo!
Os serviços e os produtos essenciais devem estar sobre o controlo do Estado! O governo não tem o direito de lavar as mãos! O governo asfixiou o país, o capitalismo sem controlo está a sufocá-lo!
Um abraço contra as avestruzes que enfiam a cabeça na conjuntura

O Guardião disse...

Caros leitores
Foram eliminados dois comentários, não porque tivessem algo a ver com o post de hoje, mas apenas porque eram fraudes das que infelizmente cada vez mais atacam as caixas de comentários.
Cumps
José Lopes

A paginadora disse...

Amigo Guardião
Eu penso que toda esta situação ainda agora está a começar. Daqui a mais uns meses (poucos) teremos outros sectores da nossa sociedade a endurecer os protestos. E como evitá-lo, se a crise está como está? Se os portugueses têm cada vez mais dificuldade em aguentar o barco e em alimentar os seus filhos e pagar as suas contas? Isto para aqueles que ainda felizmente conservam o seu emprego. A situação está a ficar tensa e não se vislumbra da parte dos (des)governantes nenhuma vontade de a melhorar.
Um abraço

Cláudia Ribeiro disse...

Só para avisar que estou de volta :)