domingo, janeiro 27, 2008

O BLOCO CENTRAL DA SAÚDE

O Serviço Nacional de Saúde está a deteriorar-se a cada dia que passa, perante a indignação dos utentes e até dos próprios profissionais da saúde, mas tirando umas quantas tiradas inconsequentes, e até demagógicas, de elementos do maior partido da oposição, não parece de todo que o que está a ser feito desagrade ao PSD.
Já se tornou claro para a maioria dos cidadãos deste país, que o que se pretende é efectivamente privatizar a maioria dos serviços de saúde, transformando os poucos serviços públicos que ficarem sob a alçada do Estado, em serviços assistenciais para os que não têm posses para recorrer aos serviços privados e também mais caros.
O próprio Filipe Meneses preconiza mais privatizações na saúde, não é nenhum exercício de especulação que eu esteja aqui a fazer, ele próprio já o disse publicamente. O que ninguém vem a terreiro dizer, é que é verdadeiramente preocupante.
Tal como está concebida a nossa Segurança Social e o sistema de saúde, não dá garantias de rentabilidade aos serviços de saúde privados, a menos que para lá sejam encaminhados os doentes do SNS, e que o Estado pague por esses serviços. Já se viu que daí não resulta uma diminuição dos encargos, pelo que há quem pretenda uma alteração da Constituição, exactamente para mexer nos direitos dos contribuintes. Este rabo escondido, tem gato a mais de fora, e PS e PSD escondem o jogo, embora com pouca habilidade e ainda menos subtileza.

««« - »»»
Fotografia


««« - »»»

Humor vindo da Rússia


14 comentários:

Luís Reis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
momentosydocumentos disse...

Serviço Nacional de Saúde está pela hora da morte... Belas meninas nas fotos... Um Abraço e Bom Fim de Semana

Mocho-Real disse...

PS, PSD, a diferença fundamental estará em uma letrinha a mais!

Hoje eu, amanhã tu... e a dança continua.

OK! Não se esforcem. Já percebi, que diabo! E muitos outros também.

Cumps.

AnarKa disse...

A intenção de construir o Hospital de Todos-os-Santos indica exactamente o carácter assistencial, do tipo misericórdia, que presidiu à construção do antigo que o Terramoto destruiu. Bem exposta a situação e as intenções deste bloco central de interesses, que se vai revezando à gamela.
Lol

Tiago R. Cardoso disse...

Interessante o fecho de SAP's e logo de seguida começam a aparecer hospitais privados, no mínimo interessante...

Vieira Calado disse...

É isso que eles procuram. Privatizar.
Quem tem dinheiro, paga.
Quem não tem, morre na rua.
Bom Domingo para você

Pata Negra disse...

Eles só não formam um único partido devido ao número de tachos disponíveis e para darem um arzinho democrático ao sistema.
Uns e outros, por demais ASAEs que os divirtam, estão-se nas tintas para a nossa saúde.

Pata Negra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kalinka disse...

Olá

Além do tema sempre pertinente, gostei das imagens e do humor.

Voltei às letras do Alfabeto...e, não escrevi nem metade do que me veio à cabeça...pois, mesmo assim o post ficou longo, não é que me agrade, mas tinha que escrever sobre Jodie Foster, Jamaica, João Pedro Pais, etc...peço desculpas...
sei que muitas das vezes não há tempo para ler posts longos, mas por isso mesmo é que o coloquei num sábado, quando penso haver mais tempo para alguma leitura mais aprofundada.
E...não me referi aos «Jardins Proibidos» de Paulo Gonzo e Santos & Pecadores - música que gosto imenso!!!

Bom domingo.

walter disse...

A Saúde é a vergonha de ser português e ter à frente do ministério um animal para quem é indiferente a vida humana.

Maria disse...

Exccelnets cartoons 'RU' :-)



SpOOOOOOOOOOrtinG!!!!!!!!

Anónimo disse...

excelentes...Eheheheh!

C Valente disse...

Saudações amigas e boa semana

José Miguel Gomes disse...

SNS? Isso existe? :)

Fica bem,
Miguel