sábado, janeiro 12, 2008

MÁ DISTRIBUIÇÃO DA RIQUEZA

Ainda há poucos dias aqui fiz referência à má redistribuição da riqueza gerada em Portugal, que nos coloca no topo do ranking da Zona Euro como o País onde se registam as maiores assimetrias. Alguns leitores que tiveram acesso às mesmas informações que eu, insurgiram-se porque eu falava em disparidades de 64 para 1, entre os ordenados de gestores e de simples funcionários duma mesma empresa, enquanto na Alemanha os resultados eram de apenas 10 para 1, usando os mesmos termos de comparação. Uns sugeriram que era apenas um caso isolado de um grande empresário, aliás referido na notícia, mas que não se podia extrapolar a partir de uma excepção.
Já referi aqui que não respondo a mails sobre artigos que publico, independentemente do seu teor mais ou menos agradável, mas como a informação já chegou ao grande público, quer através da Visão, quer de outros órgãos de comunicação social, venho hoje deixar aqui mais um exemplo:
Cada um dos sete administradores executivos da Portugal Telecom tem uma remuneração mensal fixa de 86.561 euros, revelou ontem a operadora de telefones. No total, estes gestores receberam em 2006, entre remunerações fixas e variáveis, 8.438 milhões de euros. A revista Visão noticiou que a remuneração média mensal de cada um destes gestores era de 185.590 euros.” In DN 11/01/2007
Recordo aos meus eventuais críticos, que vivemos em Portugal, onde o ordenado mínimo está nos 426 euros, e que a PT é uma empresa que já anunciou que necessitava de diminuir bastante o número de colaboradores em 2008.
As ilações ficam para os leitores, já que me limitei a reproduzir informações que me chegam por via da comunicação social e que não foram desmentidas.

««« - »»»
Fotografia
mersin5

ingor

««« - »»»

Humor Libanês

Stavro

Stavro

10 comentários:

zé lérias disse...

É assim...
E depois ninguém quer acreditar.
Ou por outra, fingimos que não acreditamos, que é para não nos chamarem parvos ;)
Um abraço e bom fim de semana

Pata Negra disse...

E não há ninguém que parta os cornos a estes cabrões?!

quin[tarantino] disse...

Eu vi esses números na Visão e fiquei estarrecido... e se repararem bem, ele há lá tipos que arranjam cada justificação ... mas melhor ainda é depois vir-se a saber os números sobre o grau de instrução de muitos patrões... já sei, vão dizer isso não tem nada a ver... a experiência da vida... é, pois... tem-se visto...

Savonarola disse...

Caro Guardião,
Os factos lá estão para demonstrar a veracidade das tuas afirmações. Há pessoas que, por se sentirem "tocadas", têm que contestar o óbvio. E esse óbvio é o de que Portugal é um dos países europeus com uma distribuição de riqueza mais desigual. Tal como uma qualquer república das bananas.
Um abraço anarquista

São disse...

É por essas e por outras que considero que a maior culpa da estagnação do nosso país passa por nós. por quem se quer deixar enganar e ainda se insurge contra quem conserva alguma lucidez!!
Mas que porcaria de gente!!
Bom fim de semana!

Meg disse...

Meu caro amigo,

Eles não ganham! Eles levam do nosso bolso. Porque somos nós que lhes pagamos. Ou não?

É que são obscenos esses valores, para não dizer outra coisa.
Que impostos é que esses senhores pagam?
Tantas perguntas que eu gostaria de ver respondidas!!!

Um abraço

Tiago R. Cardoso disse...

Nós é que somos ingratos, eles dizem a ainda que são mal pagos.

A paginadora disse...

Olá amigo Guardião
Em primeiro lugar quero agradecer as suas visitas e as palavras encorajadoras.
A propósito da má distribuição da riqueza faz-me confusão que ainda haja,neste país quem se insurja contra quem faz tal constatação que é de há muito reconhecida pela maioria dos portugueses. O nosso salário mínimo nacional é vergonhoso, os idosos após uma vida de trabalho recebem pensões de velhice desde cento e poucos euros, duzentos e picos (trabalhadores rurais, empregadas domésticas etc...), os trabalhadores por conta de outrem, incluindo os funcionários públicos são humilhados, ameaçados, cerceados nos seus direitos.
Mas os senhores administradores das grandes empresas e os gestores de topo mesmo sem grandes qualificações recebem verdadeiras fortunas mensais. Isto é ignóbil e é vergonhoso que o Zé receba mail´s a acharem que exagera. Será que essa ou essas pessoas mantêm contacto com o país real e com a triste realidade que nos cerca?
Um abraço e Um bom fim de semana.

AnarKa disse...

Eles comem tudo, eles comem tudo...
Mais palavras para quê?
Lol

ANTONIO DELGADO disse...

Eu vi esses dados mas parece que as pessoas ficam muito felizes com eles em vez de se indignarem.
uma abraço
António