sábado, dezembro 22, 2007

MAIS FOGUETÓRIO

Portugal vai assinalar, isto segundo a presidência portuguesa da União Europeia, o alargamento do espaço Schengen de livre circulação de pessoas na Europa a nove dos 12 novos Estados da UE.
A festa vai ter lugar no domingo, com início às 15:00 horas na Praça do Comércio. Há charanga a cavalo, motas, bandas sinfónicas e, por volta das 17:45, será executado o Hino Europeu, seguido de uma projecção em tons de azul e amarelo, no Arco da Rua Augusta, acompanhada de um filme em ecrã gigante, e fogo de artifício, lançado do Cais das Colunas.
Festarola em grande, como convém, só não nos dizem se somos nós a pagar, ou se são dinheiros de Bruxelas. Ainda estamos todos lembrados de que a assinatura do Tratado de Lisboa ficou para nós pagarmos.
Há um outro pormenor, talvez lateral à festarola anunciada, mais ligado ao tratado dito reformador, que se prende com a utilização do Hino e da Bandeira da União, que parece que terá de ser explicado aos promotores das Festa, que com a habitual leveza se esqueceram que os símbolos nacionais continuam a prevalecer, e não constam do programa anunciado. Esquecimento, ou ainda não tiveram tempo de ler o Tratado?


Fotografia

Costya

Costya


Humor da Rússia

Dmitry Kononov - Russia

Dmitry Kononov - Russia

7 comentários:

Maria disse...

Não sabia dessa festa...É caso para tanta festividade o raio de menos umas fronteiras?...Estes fulanos, gastam dinheiro em tudo menos no que deviam...

Abraço!

aryanalee disse...

Passei para desejar um Natal com muita saúde,paz e harmonia e um 2008 cheio de coisas boas.
Um abraço

Pata Negra disse...

Com que então vai haver outra vez festa na aldeia?! Cada vez que abrem um pipo, fazem uma festa!
Eu vou ficar por aqui a afiar a pirâmede!
Cumprimentos ao padre Pinto de Sousa!

Tiago R Cardoso disse...

Muito bem, mais uma festa, o povo precisa de animação nem que seja a gozarem com a cara dele...

Sílvia disse...

Então há festança! Gostei de ver os bem enfarpelados que estão abaixo.
Um Santo Natal para ti
Bjos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo, passei para deixar-lhe um abraço de carinho e amizade.
Fernandinha

A. João Soares disse...

Estas ostentações de riqueza nada beneficiam o povo que os governantes deviam proteger. Mas tais festas são necessárias para os políticos se promoverem na opinião dos seus pares internacionais e, depois, sewrem contemplados com tachos de alto relevo, como acontece com Guterres, Durão Barroso e Sampaio e já aconteceu com Freitas do Amaral, na ONU.
O que lhes interessa é o próprio benefício sem pensarem quem paga a conta. Aliás os políticos tratam o povo como os jogadores de futebol tratam a relva dos estádios. pisam e voltam a pisar, só pensando apenas nos golos na baliza do adversário.
O povo só interessa como pagador de impostos e como eleitor para lhes dar o voto. Do povo apenas querem o dinheiro e o voto.
E, infelizmente, os cidadãos não vêem isto e embarcam com aplausos pelo menor motivo. O que é preciso é festa!!!
Apesar de tudo, desejo um Feliz Natal e um 2008 melhor do que o 2007.
Abraço com espírito natalício

Do Miradouro tem novos artigos em cada dia