domingo, novembro 18, 2007

NINGUÉM PERCEBEU

O governo leva avante a sua intenção de transformar a Estradas de Portugal de empresa Pública em Sociedade Anónima, e apesar de todas as explicações de Mário Lino, ninguém percebe porquê.
Segundo as explicações oficiais vindas a lume nos últimos dias sobre as Estradas de Portugal, tudo o que pode ser feito enquanto Sociedade Anónima, já lhe era permitido enquanto Empresa Pública, e mesmo o argumento de batota nas contas públicas é falso nos dois casos. Perante estes argumentos fica então a pergunta mais pertinente, porque é que o governo pretende fazer esta alteração que não tem finalidade aparente?
Há já alguns anos fez-se também uma Sociedade Anónima para a gestão da zona classificada como Património Mundial, em Sintra, a Parques de Sintra – Monte da Lua, que em pouco tempo se transformou numa empresa tecnicamente falida, na voz dos representantes dos próprios accionistas. Milagrosamente, ou melhor, inexplicavelmente, fica “saudável” da noite para o dia, e o governo acaba por lhe entregar de mão beijada diversos monumentos classificados e até um Palácio Nacional, o da Pena, para exploração. Também nunca houve qualquer explicação para esta operação, nem me parece que o Estado controle minimamente a acção desta sociedade, pelo menos no que respeita aos preços praticados, que são do seu livre arbítrio, nem tão pouco no plano museológico, a crer em fotos e vídeos que me fizeram chegar nestes dias.
Será que a privatização está a chegar aos monumentos e às estradas nacionais? O governo diz que não, mas ainda nos lembramos de outras promessas feitas há pouco mais de dois anos que também não foram respeitadas, pelo que actos desta natureza sem explicações racionais, devem ser encarados com natural desconfiança.

««« - »»»
Fotografia
Na Curva
lilit10

lilit10

No Tronco...

Andris

Andris

9 comentários:

Pata Negra disse...

Estava para comentar o caso da estradas que é um assunto que me tem tirado o sono e a... mas, é melhor ir ver as imagens!...

Vieira Calado disse...

Não acredito uma palavra, quando me dizem:
Ah, isso não... fiquem descansados!...
Bom Domingo para si.

Maria, Flor de Lotus disse...

Caro Guardião :
Esta das Estradas é absolutamente extraordinária.
Está-se mesmo a ver no que isto vai dar ...
Em todo o caso, como sempre me disponho a ver o lado bom das coisas , assim que o amigo saiba que estão à venda acções para a gestão da sua Rua, lembre-se de me dizer. Adquirirei uma acção pelo menos e posso não fazer arranjo, mas prometo não estragar se me deixar nela dançar consigo esta extraordinária GUANTANAMERA.
Que linda versão arranjou deste hino eterno...
Também gostei das imagens. Muito lindas, em particular aquela onde se vê a lua.
Acredito que outros lá prefiram ver outras coisas... mas eu, adorei aquela lua !
Um beijinho e um domingo feliz.
Maria

Kalinka disse...

OLÁ
num túnel escuro é onde me sinto hoje...e nos dias anteriores.
Preciso muito de me animar, tenho necessidade de ser Feliz.

Muito obrigado pelas tuas visitas sempre agradáveis ao meu kalinka.
No meu mais recente post, estas são as palavras: Destaquei algumas palavras com a letra I - estão em letra maiuscula e a negrito; em breve voltarei ao alfabeto e a próxima letra é mesmo essa - a letra I de IRRITADA é como estou, INCONFORMADA.

Quanto ao post, peço desculpa, mas não comento. Tenho tido experiências desagradáveis aqui no mundo dos blogs quando digo a sério a minha opinião formada...

Beijitos.
Bom domingo.

papagueno disse...

O que se passou com os Montes da Lua foi vergonhoso, nem houve o minímo de respeito com os funcionários que durante muitos tantos anos deram o seu melhor por aquela casa.
Não se percebe qual a idéia de ceder assim um dos monumentos mais emblemáticos do país e o que aconteceu à enorme dívida que esta empresa tinha com o estado? Desapareceu por milagre ou andou por lá o Copperfield?
Um abraço

Tiago R Cardoso disse...

Espero que não se lembram de uma privatização de passeio e respectivas portagens.

Palaciano disse...

Para que conste, as sociedades anónimas regem-se pelo direito privado, ainda que os capitais possam ser inteiramente públicos. Controlar as suas contas e as suas acções é quase uma impossibilidade, que o diga o Tribunal de Contas. Também a alienação de quotas pode ser decidida, o que permite a sua abertura a privados, basta lerem a constituição da Parques de Sintra - Monte da Lua SA, para retirarem as dúvidas, se é que as têm.
Bom domingo

aryanalee disse...

Passei para desejar uma óptima semana.
Adorei a imagem "na curva".
Quanto ás privatizações...nada já me surpreende!
Um bom final de Domingo

SILÊNCIO CULPADO disse...

Porque és um visitante especial, que deixa nas ideias as suas convicções e o calor humano do respeito e da amizade, deixei-te, no meu blogue, o símbolo do nosso aperto de mão.
Obrigada pela tua presença amiga