sábado, novembro 24, 2007

CURTINHAS

Correia de Campos – O tribunal de Contas arrasou as contas do Serviço Nacional de Saúde, confirmando que as dívidas globais eram superiores ao anunciado em mais 225 milhões, que os Hospitais EPE subiram a dívida, de 2005 para 2006, em 51,9%, que o saldo de 27 milhões é afinal um défice de 86 milhões, ao que junta também as críticas de falta de transparência e e falta de rigor. Perante tudo isto o ministro Correia de Campos diz-se optimista, e acrescenta que em dois anos e meio não se reforma o SNS, mas talvez daqui a dez anos. Eu como contribuinte e utente deste serviço, a quem foi exigido pelo senhor ministro um maior esforço financeiro nos cuidados de Saúde fico com a ideia que o seu optimismo apenas me indica que daqui a dez anos, ou talvez menos, já não teremos Serviço Nacional de Saúde.

Ofertas indecentes – As ofertas do IEFP têm salário médio de 516€, o que é um valor 40% inferior à média nacional, apesar de ter até uma oferta para um salário de 5000€ de salário base. Queixa-se o Ministério do Trabalho, e também alguns empresários, do facto de cerca de 3.600 ofertas de emprego terem caducado em 2006 por desajustamento dos candidatos ou simplesmente porque eles não apareceram. Uma breve auscultação às ofertas num dos Centros de Emprego, feito logo pela manhã de ontem deu como resultado a oferta de apenas 17 ofertas de emprego com salários proposto que íam dos 403€ aos 500€, outros havia em que a oferta não era divulgada. Quando será que os empresários portugueses começam a valorizar o factor trabalho e se deixam de lamúrias, ao mesmo tempo que oferecem salários de miséria?


»»» - «««

Fotografia

Max Ash

Trond

taz

««« - »»»

Homenagem dos Humoristas

Burki

Hermann

4 comentários:

Fernanda e Poemas disse...

Olá amigo Guardião, belíssima postagem, adorei!!!
Quero desejar-te um bom fim de semana.
Beijinhos,
Fernandinha

Sílvia disse...

O Maurice B. ía gostar de ser lembrado neste tom humorístico que aqui trazes.
A política, essa porca, não vou comentar hoje.
Bjos

Joca disse...

Estamos lixados (com F grande) e ainda por cima mal pagos. O Tuguistão sempre em (má) forma.
Lol

quintarantino disse...

Os empresários a fazerem o quê?