sexta-feira, agosto 24, 2007

POBRE SINTRA

Enquanto a empresa responsável pela gestão do património natural, vai derrubando árvores sem nenhum critério pela Serra de Sintra, algumas centenárias, o perigo rondou a zona durante o dia de ontem, devido a um incêndio que atingiu grandes proporções, dizem-me que por alguma descoordenação no princípio das operações.
A intervenção da PS-ML está rodeada de muita polémica, principalmente na Tapada de D. Fernando II e nos Capuchos, de onde se viram sair troncos de árvores que não são as infestantes de que se fala (acácias e pitósporos), mas sim pinheiros e cedros.
Quase toda a acção desta empresa parece estar envolta num manto de secretismo, pelo menos no que diz respeito à informação ao público, dando uma sensação de que se pode actuar numa área tão sensível, como a Serra de Sintra e os seus monumentos, sem que se dê qualquer tipo de informação ou se dêem a conhecer as metodologias e os objectivos que se pretendem atingir.
Se as acções em curso são apenas discutíveis, neste momento, a falta de informação e de anúncio de objectivos, é condenável porque estamos numa área protegida que está classificada como Património da Humanidade, e não pode ser tomada como propriedade de nenhuma empresa ou sociedade anónima que dela pode dispor à sua vontade.
Divulguem-se os objectivos desta empresa a bem da transparência. A discussão pública deste tipo de projectos é mais salutar do que todo este secretismo.

»»» - «««
O Destaque de Hoje
A Luciana está a crescer!
««« - »»»

Fotografia
SpWand
»»» - «««

Humor Internacional









Dwane Powell
News and Observer
Aug 23, 2007










Signe Wilkinson
Philadelphia Daily News
Aug 23, 2007

7 comentários:

Joca disse...

Será que há empresas masjestáticas em Sintra? Tomam conta de monumentos, dedicam-se a cortar árvores, cobram tarifas altíssimas e não se dão ao trabalho de informar o pessoal?
Onde pára a ministra da Cultura, o ministro do Ambiente e o das Finanças?
Ninguém diz nada?
Fui

Tiago R Cardoso disse...

Pelo o que eu li no blogue do amigo Zé, parece que o interesse está nos chapéus e na piscina do Sr. Costa, a quem dou mais uma vez a minha palavra de solidariedade pela falta do banhito.
Esse tipo de empresa, já começam a ser normais neste país, se calhar são tão boas, que o povo ainda não entendeu o que andam a fazer.

Rita disse...

Estas empresas são aquilo a que Marcelo R. de Sousa chamava de rectaguarda dos políticos profissionais, onde se podiam "acoitar" quando não tinham lugar garantido na política. Também há quem diga que servem para fazer as coisas que o Estado quer fazer, mas que alei não lhe permite.
Lol

C Valente disse...

O negócio de Sinntra com as empresas, que muitos não sabem o que são é um grande tacho.
bom fim de semana
Saudações amigas

Meg disse...

Da Sintra dos fogos, as imagens que nos é chegam são desoladoras.
Ainda não percebi o porquê?
Porquê tantos fogos?
A natureza? A mão criminosa do homem?

Um Abraço

Anónimo disse...

Coitadinha da Luciana, o que lhe fizeram estes malandros!

Laurentina disse...

Laurentina disse...
Passei para deixar um abraço. Tenho andado tremendamente ocupada com um assunto que vai dar pano para mangas ,de uma tremenda injustiça, escrevi para o Procurador G.R. e o resto da corja ...P.R. , M.F. e outros filhos da puta , vou dar 3 semanas para ver se me respondem ...caso contrario vou publicar no Blog para conhecimento da comunidade e depois vou para a TV...

Bem e finalmente ao fim de 4 anos de um acidente em serviço e ja com 70% de incapacidade motora fui entretanto chamada para me apresentar a uma junta médica no dia 4 de Setembro, vamos ver o circo que vai dar.
Corja de bandidos!!

Vou estar mais afastada do blog por esta semana porque realmente ando muito cansada física e psiquicamente.
Volto com certeza com força antes da festa do Avante...ehehehehehe, onde se Deus quiser conto ir.

Beijão grande