sábado, agosto 11, 2007

MIGUEL TORGA - 100 ANOS

Súplica


Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.


*


Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.

Miguel Torga
Imagem de Cartoons do Henrique

««« - »»»
O Descanso do Guerreiro

««« - »»»

Fotografia - Cães e Gatos

Dogs By targetads

Dog vs Cat by underworth

««« - »»»

Humor Internacional

Harry Harrison

Steve Sack

8 comentários:

C Valente disse...

Miguel Torga, 100anos sem segundos, um instante
Bom fim de semana com Saudações amigas

papagueno disse...

O grande Torga que amanhã faz 100 anos.
Um abraço.

CORCUNDA disse...

Ok, já vi que isto hoje está tudo numa onda de Torga. Até eu!
O homem merece.
Abraço.

Ludovicus Rex disse...

Também tenho algo preparado em honra do grande poeta, só sai pelas zero horas...
Um abraço

Tiago R Cardoso disse...

Temos sempre que lembrar o bom e o grande do nosso país.

o guardião disse...

Estou hoje muito crítico, pelo que me surge uma questão que acho pertinente: como descrevería hoje o poeta, o actual Partido Socialista?
Cumps a todos.

adrianeites disse...

coitadinho do cão.. tb marchou!

J.G. disse...

Encontrei-te em casa da Ariana e aproveitei a boleia.

Chegado aqui, vejo a caricatura do grande Torga.
Quero esclarecer que a mesma foi por mim publicada depois, ontem - Domingo, tendo-a no entanto guardada há muito tempo e desconhecendo que a publicaras.
Para que não haja a tentativa de se pensar que vim "copiar"!

Um abraço.
Jorge G.