sexta-feira, abril 20, 2007

PARABÉNS, MIA COUTO

Hoje decidi dar os parabéns a um conterrâneo, colega no Liceu Pêro de Anaia e sobretudo praticante duma escrita, que com simplicidade, cheira a terras de Moçambique. Não é uma novidade para quem tem o saudável hábito de ler, mas pode ser que ainda haja quem, quanto mais não seja por curiosidade, se sinta tentado a ler um autor diferente e com temas novos.



Prémio União Latina de Literaturas Românicas 2007


Prémio Vergílio Ferreira 1999


Mia Couto nasceu na Beira, Moçambique, em 1955. Foi director da Agência de Informação de Moçambique, da revista Tempo e do jornal Notícias de Maputo.Tornou-se nestes últimos anos um dos ficcionistas mais conhecidos das literaturas de língua portuguesa. O seu trabalho sobre a língua permite-lhe obter uma grande expressividade, por meio da qual comunica aos leitores todo o drama da vida em Moçambique após a independência.

*******

Cartoon Político

Nedal Deep - Syria



omar perez

*******
Foto
Center, The by Paulian Prajitura

3 comentários:

Zé Povinho disse...

Há muito que esperava que fizesses menção ao Mia, as vossas discussões ficaram-me na memória. Os dois acertaram, ele na independência e tu no retrocesso, tal e qual.
Abraço

Aninhas disse...

Como vês há ilustrações mais agradáveis para a Cultura, ou pelo menos para a língua portuguesa.
Também gosto

Kokuana disse...

Não sei se eras um chamuar do Mia mas estavas de certeza no outro lado da barricada, por isso gostei que fizesses a menção a este prémio.
Já li e é de agradável a sua escrita.