domingo, março 18, 2007

DE NOVO, O ATENDIMENTO

Ontem fui a uma grande superfície, à noite para comprar uns componentes para o meu computador e saber os preços duns portáteis. Sabia o que queria, uma motherboard, e as suas características pois tenho um CPU ainda bastante actual.
Estava eu junto às prateleiras onde se encontravam as placas e vendo um funcionário solicitei-lhe ajuda na escolha porque encontrei duas com as mesmas características, de marcas diferentes (Assus e MSI) mas com preços muito diferentes. Não sabia muito disso, afirmou, mas disse-me para me dirigir a um balcão ali perto. Lá fui eu, esperei uns dez minutos que chegasse alguém e mais uns cinco para que atendesse um cliente que o acompanhava e pedi-lhe a ajuda na escolha. Perguntou-me qual o processador que eu tinha e, sem se dirigir sequer à zona das placas para ver as que eu tinha nomeado, indicou-me uma outra como a mais fiável e em bom preço para o que eu queria.
Algo intrigado mas com alguma esperança lá me dirigi às prateleira e descubro a tal placa “fiável e em bom preço”, retirei-a da prateleira e fui ler as suas especificações. Surpresa, para um CPU da AMD tinham-me aconselhado uma motherboard para Pentium 4 e com AGP quando tinha dito que a minha gráfica era PCI.
Voltei, ao balcão com a placa na mão na esperança de ver o funcionário, que mais uma vez lá não estava. Esperei uns bons 15 minutos e lá apareceu um outro, a quem descrevi, mais uma vez, a minha dúvida sem referir qual o conselho que me fora dado anteriormente, a resposta não demorou e lá me foi aconselhada a placa que eu, ainda tinha na mão.
Eu estava nos meus dias bons, porque agradeci e voltei à prateleira onde depositei a placa preferida pelos funcionários da loja e saí dali sem sequer passar pelos portáteis que queria apreçar.
Cada vez gosto mais da “minha” loja de informática, que apesar de não estar aberta à noite, como me faria imenso jeito, tem atendimento personalizado e competente.
*******
Fotos Natureza


*******
Cartoon

Estou a cuidar do meu futuro, pá!

3 comentários:

Zé Povinho disse...

Ainda há quem diga que só nos serviços públicos é que há mau atendimento e péssimos funcionários. Parece afinal que todos somos portugueses, e que há bons e maus funcionários em todo o lado.

Aninhas disse...

O Blair está a preparar o caminho para o lugar do Cherne? Também me parece!

Lol disse...

Meu, a placa-mãe estava encalhada e os gajos queríam despachar o mono. São funcionários assim que agradam aos patrões, eles não estão lá para servir os clientes.
Se queres ser atendido por malta competente, no ramo da informática, nunca mesmo nunca vás a grandes superfícies, a menos que não precises de palpites.