terça-feira, outubro 31, 2006

A INSUSTENTÁVEL FRAGILIDADE DO PODER

3 comentários:

AnarKa disse...

Para soltar "as lapas" só com uma faca e das boas. Os tipos agarram-se ao poder nem que para isso tenham de vender a alma ao diabo.

Rita disse...

Para fazer uma verdadeira limpeza o Sócrates tinha de usar a agulheta para soltar os parasitas que andam em torno do chefe. O perigo reside na medida do ralo que pode vir a engolir também o chefe.

Anónimo disse...

Não há detergente específico para a política e políticos, só vai com ácido, sulfúrico de preferencia.