segunda-feira, julho 18, 2005

E HÁ DINHEIRO ?

A extinção do Ballet Gulbenkian foi uma má notícia para todos os que se interessam por assuntos culturais, mas as “reacções a quente” de alguns políticos podem não passar de ruído, na resolução deste problema.
Um ballet com esta qualidade representa um grande investimento e não são soluções voluntaristas que podem assegurar o regular funcionamento da companhia. Subsídios dados de forma avulsa e obrigações assumidas por parte do Ministério da Cultura têm de ser bem pensadas e coordenadas com o Ministério das Finanças, porque os orçamentos são escassos e as verbas não são elásticas.
Um ministério, o da Cultura, sempre com verbas escassas para as suas atribuições terá enormes dificuldades em avançar por novas áreas, sabendo-se que nem com descativações é possível fazer funcionar de forma regular museus, palácios e monumentos, para falar só numa parte do Património.
Numa altura em que há um descontentamento geral, os funcionários dos museus e monumentos que optaram por não fazer greve no dia 15 de Julho, porque sabem que há graves problemas de tesouraria, não ficando de parte um protesto para outra data caso a tutela continue a ignorar as suas justas reivindicações, só faltava agora aumentar os problemas com promessas impensadas e não previstas.
Estou no Blog.com.pt

Sem comentários: